Notícias

Dólar recua ante outras divisas, com petróleo e Fed no radar

O dólar caiu ante outras moedas em geral, em uma sessão de ganhos no petróleo e maior apetite por risco nos mercados nesta quarta-feira, 20. Além disso, a ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) mostrou certa cautela com a retomada econômica, mas os dirigentes também reafirmaram seu compromisso de apoiar a economia dos Estados Unidos.

No fim da tarde em Nova York, o dólar caía a 107,54 ienes, o euro subia a US$ 1,0984 e a libra tinha baixa a US$ 1,2230. O índice DXY recuou 0,99%, a 99,124 pontos.

O maior apetite por risco favoreceu o recuo do dólar, em cenário amparado também pelos ganhos do petróleo. Com isso, a divisa americana recuou, por exemplo, a 71,156 rublos russos, a 1,3897 dólar canadense e a 23,1318 pesos mexicanos. A Western Union comentou que o dólar era pressionado hoje, em dia de ganhos em importantes mercados acionários pelo mundo. A BK Asset Management, por sua vez, disse em relatório a clientes que os sinais de recuperação econômica reforçavam o apetite por risco, pressionando assim a divisa americana.

Já o Fed, em sua ata, mostrou que dirigentes temem novas ondas de contaminações, na retomada econômica, mas também defendem mais apoio fiscal e reafirmaram a possibilidade de que mais medidas do BC possam ser tomadas para apoiar o quadro.

No caso da libra, influenciou a sinalização do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês). Presidente do BoE, Andrew Bailey não descartou a possibilidade de juros negativos no Reino Unido e defendeu que bancos cortem dividendos.

Tópicos

MOEDAS