Notícias

Dólar recua ante rivais e emergentes, com otimismo por vacina contra covid-19

O dólar se enfraqueceu em relação a moedas fortes e emergentes, nesta sexta-feira, 10, em um pregão marcado pelo otimismo com tratamentos e vacinas contra a covid-19, apesar do avanço da pandemia nos Estados Unidos.

No fim da tarde em Nova York, o dólar caía a 106,95 ienes, o euro avançava a US$ 1,1303 e a libra subia a US$ 1,2631. Na mesma marcação, o índice DXY, que mede a variação da divisa dos EUA ante seis rivais, cedia 0,06%, a 96,645 pontos, com perda semanal de 0,55%.

O dólar chegou a operar em alta ante rivais no começo do pregão, mas cedeu após a farmacêutica Gilead Sciences relatar avanços no tratamento de casos graves da covid-19 com o medicamento remdesivir, o que gerou otimismo no mercado. Além disso, a companhia alemã de biotecnologia BioNTech disse que espera que sua potencial vacina esteja pronta para aprovação até dezembro.

Para a diretora de estratégias cambiais da BK Asset Management, Kathy Lien, os recordes sucessivos de novos casos diários de coronavírus nos EUA “finalmente” atingiram o dólar nesta semana. “Olhando para frente, os dados econômicos deverão ser tão importantes quanto o número de casos da covid-19 na próxima semana”, acrescenta a profissional.

O euro, por outro lado, se beneficiou hoje de uma proposta do Conselho Europeu para criar um fundo de US$ 5 bilhões como proteção a eventuais problemas envolvendo o Brexit. A União Europeia também divulgou a versão revisada para o orçamento plurianual do bloco e um plano para a recuperação da economia local.

Indicadores econômicos da zona do euro também estiveram no foco. A produção industrial da França aumentou 19,6% em maio ante abril, acima da estimativa de alta de 12,5%. Já a produção industrial italiana deu um salto de 42,1% em igual período, ante previsão de avanço de 18,2%.

Na semana que vem, há decisão de juros do Banco Central Europeu (BCE). Lien, da BK Asset Management, porém, não espera nenhuma mudança na condução da política monetária.

Ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o dólar também recuou hoje. No final da tarde em Nova York, a moeda americana caía a 70,8726 pesos argentinos, a 16,7824 rands sul-africanos e a 22,4975pesos mexicanos.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro

Tópicos

MOEDAS