O Campo Digital

Drones brasileiros nos EUA

Crédito: Istock

Drones criados pela startup brasileira Arpac já estão sobrevoando campos dos Estados Unidos para detectar pragas e ervas daninhas. A estreia da agtech no território americano é resultado de uma parceria com a israelense Taranis, que é a responsável pela análise das imagens de alta resolução geradas pelo equipamento. O primeiro voo dos drones made in Brasil aconteceu em agosto sobre as culturas de soja e milho nos estados de Indiana e Illinois. No Brasil, as empresas já cobrem 75 mil hectares, a grande maioria deles com cultivos de soja, milho, cana-de-açúcar e arroz.

Internet
Crescem buscas sobre o agronegócio

Com a inesperada pandemia da Covid-19 e a ameaça de um impacto significativo nas vendas, o campo brasileiro encontrou no meio virtual novas maneiras de fazer negócio. Em pesquisa realizada pela plataforma de compra e venda OLX Brasil, as buscas pela categoria de agronegócio e indústria tiveram alta de 56%, além de registrar aumento de 13% nas vendas em agosto de 2020, em comparação ao mesmo mês do ano anterior. O termo com maior procura foi, curiosamente, “cavalo” com alta de 211,4%. No acumulado do ano, tratores lideram o ranking, sendo o responsável por 19%. Segundo Andries Oudshoorn, CEO da empresa no Brasil, os efeitos da Covid-19 aceleraram a tendência do consumidor de realizar compras on-line, o que aguçou o interesse dos produtores rurais. “A plataforma passou a ser uma alternativa real enquanto alguns estabelecimentos físicos continuavam fechados e o isolamento social estava vigorando”, afirmou Oudshoorn.

Aplicativos
Experiência quase real

Com o objetivo de tornar possível uma interação digital dos consumidores da marca com seus maquinários, a John Deere Brasil lançou o aplicativo Realidade Aumentada. Nele, além de ter acesso às informações técnicas do trator 5E, o usuário consegue viver a experiência de entrar na cabine, ligar o motor e conduzi-lo virtualmente de onde quer que esteja. Outros produtos da marca, em breve, também terão seus protótipos virtuais. O aplicativo é gratuito e está disponível na App Store e na Play Store.

Logística
Economia no canavial

Joao Ivanor de Oliveira

Segunda maior produtora de etanol do País, a Atvos está ampliando seu programa de otimização logística na colheita e transporte de cana-de-açúcar de duas para suas oito unidades. Durante a fase piloto, o Projeto Cubo trouxe resultados que comprovam que o investimento de R$ 12,4 milhões vai valer à pena: a empresa registrou 20% de otimização das horas de utilização do maquinário, o que gerou uma economia de R$ 5,8 milhões em apenas uma safra, além da redução de 24 veículos somente nas unidades-teste. A expectativa com a ampliação para toda a operação é alcançar R$ 34 milhões em redução de custos e promover a retirada de até 87 equipamentos dos campos.

Expansão
TIM avança no campo

Divulgação

Dentro de seu objetivo de impulsionar cada vez mais a agricultura 4.0, a TIM acaba de firmar parceria com a startup Agrosmart. A união vai permitir que os clientes da operadora tenham acesso a uma série de soluções digitais criadas e desenvolvidas pela agtech. Dentre elas, está a coleta de dados de diferentes fontes, como de estações meteorológicas, sensores de solo e outras tecnologias embarcadas, para gerar recomendações aos produtores. A TIM atenderá inicialmente grandes grupos agrícolas no País e futuramente ampliará o pacote tecnológico para produtores de todos os tamanhos, culturas e segmentos.

Conectividade
Estreia do 5G na Usina São Martinho

Uma parceria da Ericsson com o grupo São Martinho viabilizou a cobertura 5G em uma das maiores unidades processadoras de cana-de-açúcar do mundo, a Usina São Martinho, localizada na cidade de Pradópolis (SP). Com a tecnologia, a unidade deve registrar ganho de eficiência em processos que requerem alta velocidade de transferência de dados e baixo tempo de resposta. Na prática, facilitará o uso de veículos autônomos como tratores e caminhões, drones para controle inteligente de pragas e plantas daninhas, identificação e localização de incêndios em toda a propriedade. Além disso, será instalado um centro de inovação no local para desenvolver aplicações reais de 5G para o agronegócio e o uso de outras tecnologias embarcadas.

Insights
Análise gratuita


Com o intuito de democratizar informações e ajudar pequenos e médios agricultores a analisar dados sobre o mercado, a Atomic Agro, tornou 100% gratuito o uso de sua plataforma para os produtores cadastrados – grupo
que soma 3 milhões de hectares. A ferramenta disponibiliza cotações de câmbio e mercado futuro em tempo real; informações climáticas; melhores condições comerciais na compra de insumos, equipamentos, sementes e defensivos; negociações especiais em taxas de financiamento; além de sistema de comercialização. O aplicativo está disponível na App Store e na Play Store.

E-commerce
Açúcar Guarani em Alta

Como alternativa para manter as vendas de alimentos em alta mesmo em tempos de pandemia, o Açúcar Guarani, marca de varejo da Tereos, apostou no e-commerce. O resultado surpreendeu. O canal de vendas cresceu 307% de março a agosto quando comparado ao mesmo período do ano passado. Já a base de clientes no site aumentou 283% e o faturamento teve alta de 387%. “Com a loja virtual, nosso intuito é nunca deixar os pequenos comerciantes desabastecidos, ainda mais em um momento delicado como a quarentena”, disse Gustavo Segantini, diretor de vendas, marketing e logística da Tereos Açúcar & Energia Brasil. O aumento significativo é explicado pela regra de isolamento social que impediu as pessoas de irem aos supermercados e incentivou o estoque de alimentos secos.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro