Notícias

‘Economia está mudando muito rápido’, diz presidente do Fed

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, destacou a velocidade das mudanças na economia, no quadro da pandemia da covid-19 e de sua recuperação. Ele falou brevemente sobre o assunto ao encerrar o evento virtual Fed Listens, nesta sexta-feira, dia 24.

“É uma economia que realmente está mudando muito rápido, e que será bastante distinta”, afirmou Powell. Ele lembrou que as pessoas com menos recursos são as mais afetadas, como em crises anteriores, e agradeceu aos participantes por detalhar algumas dessas mudanças em seus campos de atuação.

Durante o Fed Listens, Jerome Powell, não comentou a política monetária. Em sua fala, destacou a importância desses eventos para que os dirigentes possam ouvir diretamente de agentes econômicos sobre os impactos do quadro atual para seus negócios. Ele comentou que isso é particularmente interessante nesse contexto “desafiador” da pandemia da covid-19. “A velocidade e a intensidade desse recuo – e a rapidez da recuperação em muitas áreas – são sem precedente moderno”, comentou.

Powell notou que algumas questões enfrentadas são compartilhadas entre setores, enquanto outras são específicas de certos campos. Ele citou mudanças no local de trabalho, de protocolos de segurança conta a covid-19 a alterações fundamentais no modo como os setores operam, de alimentação a filmes. “Planos de empresas têm sido refeitos, as perspectivas têm sido revisadas e o futuro continua a ser cercado de incerteza”, ressaltou.

O presidente do Fed disse que a incerteza “muitas vezes resulta em imobilidade para negócios, mas ela pode também significar oportunidade”. Ele destacou a criatividade e a capacidade de se adaptar ao longo dos últimos 18 meses como fatores positivos recentes, sobretudo em pequenos negócios, para “atender às demandas de uma nova realidade”.

Compras de ativos

A presidente da distrital do Federal Reserve em Cleveland, Loretta Mester, disse nesta sexta-feira que as compras de ativos do Fed já não estão mais funcionando como antes. Segundo ela, o Fed já tem condições de desacelerar o ritmo de compras. Em discurso, Mester disse apoiar que o “tapering” – gradual redução de compras de ativos – tenha início em novembro.

Loretta Mester, que falou durante evento da Liga de Banqueiros de Ohio, comentou também não acreditar que existam bolhas prestes a estourar no mercado acionário ou no setor imobiliário, mas ressaltou que é preciso ficar atento.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

EUA Fed Powell