• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias25/11/2021

Em artigo no FT, responsável por comércio europeu defende reformas na OMC

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo25/11/21 - 22h37min - Atualizado em 25/11/21 - 22h37min

Em artigo publicado no jornal Financial Times (FT) nesta quinta-feira, 25, o vice-presidente executivo da Comissão Europeia responsável pela política comercial, Valdis Dombrovskis, defendeu uma profunda reforma na Organização Mundial do Comércio (OMC).

A instituição multilateral realizará, na próxima semana, a 12ª Conferência Ministerial, em Genebra, na Suíça - a primeira desde 2017, uma vez que a cúpula marcada para 2020 foi cancelada devido à pandemia.

Para Dombrovskis, os ministros terão o futuro do comércio global em suas mãos na reunião. "Eles têm uma oportunidade de ouro de dar novo fôlego à Organização Mundial do Comércio", argumenta.

No texto, o político ressalta que o sucesso do encontro poderia acelerar a recuperação da economia mundial e os esforços contra mudanças climáticas, enquanto o fracasso levaria à erosão da confiança entre os membros e uma possível fragmentação do sistema comercial.

Dombrovskis acrescenta que, só na União Europeia (UE), 38 milhões de empregos são garantidos pelo comércio internacional, 11 milhões a mais do que há uma década, o que atesta o sucesso da OMC.

Na visão dele, contudo, o livro de regras da entidade está desatualizado. "Sua capacidade de arbitrar disputas comerciais está paralisada e ela está fora de contato com os imperativos atuais, como ações sobre mudanças climáticas e a expansão do comércio digital", opina.

O vice-presidente executivo destaca que a conferência ministerial pode deflagrar um processo duradouro de reformas na Organização. Entre as transformações necessárias, ele cita progressos na área ambiental, como um acordo para proteger oceanos e a pesca. "Especificamente, os ministros podem concordar em eliminar subsídios prejudiciais que levaram à pesca ilegal e à sobrepesca", defende.

O político também pede compromissos da comunidade internacional que asseguram a abertura das cadeias de abastecimento de vacinas, a fim de imunizar toda a população global contra o coronavírus. "É por isso que a UE está empenhada em ajudar a melhorar a capacidade de produção regional, especialmente em África", explica.

Outros temas importantes na mesa são normas de propriedade intelectual e um acordo para regulação de serviços, pontua Dombrovskis. Segundo ele, a UE está preparada para realizar avanços.

"Não fazer isso representaria uma negligência inescrupulosa do dever para com nossos cidadãos, nossos trabalhadores e com as esperanças de uma recuperação global verdadeiramente sustentável", conclui.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais