Série grandes feiras do Agronegócio

Em novo formato, lançamento dos sumários de touros movimenta ExpoGenética

Em novo formato, lançamento dos sumários de touros movimenta ExpoGenética

Seguindo a programação da maior feira de animais avaliados do país, a tarde desta segunda-feira (19) foi marcada pelo lançamento simultâneo dos sumários de touros dos principais programas de melhoramento genético de zebuínos. Em um novo formato, o evento reuniu pesquisadores, criadores e profissionais do setor.

“Escolhemos um tema técnico, importante nesse contexto de genética, e trouxemos para um grande debate. Nosso objetivo era de tornar esse momento mais produtivo, já que estão reunidos aqui grandes nomes do melhoramento genético de zebuínos”, ressalta Luiz Antonio Josahkian, superintendente Técnico da ABCZ.

Seguindo essa proposta, o evento foi aberto com a palestra ‘Entendendo a acurácia dos valores genéticos e genômicos nas avaliações atuais’. O tema foi abordado pelo professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Fábio Luiz Buranelo Toral. “Ao longo da palestra tivemos a oportunidade de falar sobre a importância das acurácias nas avaliações genéticas tradicionais e naquelas que utilizam as ferramentas genômicas, mostrando ainda como elas são calculadas, interpretadas e em qual momento elas são relevantes no processo de tomada de decisões”, explica.

Logo após a palestra, os representantes dos programas de melhoramento genético, participantes do lançamento dos sumários, se reuniram em uma mesa redonda. Além de apresentarem suas visões sobre o tema apresentando, o público teve a oportunidade de fazer questionamentos.

Sumários. Como um dos pontos altos da programação, os sumários de touros foram lançados após as considerações feitas na mesa redonda, sendo que pela segunda vez consecutiva ABCZ e Embrapa apresentaram um documento unificado. Em 132 páginas, o Sumário de Touros PMGZ/ Geneplus reuniu avaliações de 2.618 zebuínos, das raças Brahman, Gir, Guzerá, Indubrasil, Nelore, Sindi e Tabapuã.

“Essa quantidade de animais aumentou, principalmente na raça Nelore, e nós atribuímos isso a genômica”, destaca Henrique Torres Ventura, superintendente-adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ.

O pesquisador da Embrapa, Roberto Augusto de Almeida Torres, que atua na orientação técnica do programa Geneplus, destaca a importância da parceria entre as duas entidades para a criação de um sumário unificado. “O mercado sempre quis uma informação única e simplificada, até porque quando temos várias informações apontando para nortes diferentes, criamos uma insegurança. Com essa unificação, nós conseguimos diminuir essa ‘poluição’ de informação, além de conseguirmos colocar dois corpos técnicos trabalhando junto para encontrar a melhor estratégia de avaliação e gerar as melhores informações possíveis”, diz ele.