Geral

Emater/RS: falta de chuva prejudica plantio da soja e desenvolvimento do milho

Crédito: Arquivo / Embrapa

Em vários dias sem precipitações, a umidade do solo está muito abaixo da ideal para a semeadura e germinação das sementes (Crédito: Arquivo / Embrapa)

São Paulo, 23 – O plantio da soja 2020/21 no Rio Grande do Sul continua dependendo da chuva e a lavoura ocupa 5% da área projetada. Segundo informou a Emater, em algumas regiões os trabalhos chegaram a ser interrompidos. “Com vários dias sem precipitações, a umidade do solo está muito abaixo da ideal para a semeadura e germinação das sementes. Assim, os produtores não realizam semeadura para evitar perda de sementes”, explica a empresa em nota. “Nas áreas com irrigação, os cultivos estão com bom desenvolvimento inicial. Nas de sequeiro, a emergência é desuniforme e já ocorre morte de plântulas.”

+ EUA vendem 2,225 milhões de t de soja da safra 2020/21 na semana, diz USDA
+ Soja/Abiove: corte de tarifa na importação é ‘boa medida’ após ‘ano atípico’

A falta de umidade também afeta a área semeada com milho. “Em algumas regiões do Estado, há lavouras de milho com sintomas de estresse hídrico. O plantio da cultura chega a 70% a área total estimada”, diz a Emater. Ainda de acordo com a empresa, “o predomínio de tempo bom, com temperaturas médias entre 13 e 25ºC, permitiu a execução das atividades de semeadura do arroz, principalmente em áreas de maior dificuldade de drenagem, que agora se encontram com umidade ideal. O plantio da cultura já atinge 50% da área total estimada.”

Quanto à colheita de trigo, ela atinge “mais de 30% da área”. “O tempo seco e as altas temperaturas favoreceram a maturação e colaboraram com o avanço da colheita”, informa. “A produtividade das lavouras apresenta grande variabilidade devido aos danos causados pelas geadas correlacionados com o período de semeadura, a localização das lavouras e ciclo das cultivares.”

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro