Geral

Embrapa oferece curso online de criação de abelhas sem ferrão

Crédito: Madga Cruciol / Divulgação / Embrapa

O projeto utiliza demonstrações práticas para ensinar sobre o cultivo das abelhas (Crédito: Madga Cruciol / Divulgação / Embrapa)

Com o objetivo de desenvolver tecnologias para tornar a atividade de criação de abelhas sem ferrão economicamente viável, a Embrapa e a Associação Brasileira de Estudos das Abelhas (A.B.E.L.HA.) apresentam o Curso de Meliponicultura.

O projeto, que é online e gratuito, utiliza demonstrações práticas para ensinar sobre o cultivo desses insetos. De acordo com o Embrapa, as videoaulas vêm atender ao interesse crescente pela criação de abelhas sociais nativas do Brasil. Elas são dóceis e podem ser criadas como hobby, mesmo em casa e centros urbanos, ou para fins comerciais.

+ Com a expansão de plantações de soja, abelhas estão em risco no Pará
+ Abelha funerária reconhece cadáver na colmeia pela baixa produção de secreção
+ Troca de abelha rainha mantém a produtividade da colmeia

“Além de capacitar as pessoas para iniciar na meliponicultura, também queremos aprimorar as técnicas de quem já é criador, mas o faz de forma rústica, para que possa melhorar seu desempenho produtivo”, explica o idealizador do curso e pesquisador da Embrapa, Cristiano Menezes.

O curso estará disponível em dois formatos. No primeiro, nos moldes de ensino à distância, a capacitação está dividida em quatro módulos que somam carga horária de 8 horas. Já no segundo modelo, serão produzidos vídeos mais curtos, de 5 a 10 minutos cada, mostrando o passo a passo de cada procedimento relacionado à criação dessas abelhas.

O programa, que foi lançado hoje (02), já conta com quatro vídeos. Ao longo do ano serão lançados mais 20 vídeos, um a cada quinze dia, no canal do Youtube do Embrapa Meio Ambiente. O participante terá 30 dias para conclusão do curso, a partir da data de sua inscrição.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro