• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias10/01/2022

Estado de SP reduz tempo de quarentena para vacinados que contraírem a covid-19

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo10/01/22 - 18h07min

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo reduziu o período de quarentena para pessoas infectadas com o novo coronavírus que já tenham se vacinado. A recomendação agora é de isolamento de sete dias para pessoas que apresentem sintomas e de cinco dias para os assintomáticos.

Mudanças no período de quarentena já haviam sido adotadas em recomendações de autoridades dos Estados Unidos, França e no Rio de Janeiro. O Ministério da Saúde também estuda uma mudança nesse prazo.

O titular da pasta da Saúde paulista, Jean Gorinchteyn, pontuou, no entanto, que é preciso avaliar de forma correta o início dos sintomas. Segundo ele, a transmissão ocorre nos primeiros três dias de sintomas. Os prazos estabelecidos são de comum acordo com o Ministério da Saúde, segundo Gorinchteyn.

Há duas semanas, o Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla original) também adotou o novo intervalo de isolamento como recomendação para os infectados pela covid nos Estados Unidos. A orientação é que, após cinco dias, aqueles que não apresentem sintomas da doença ou já estejam imunizados possam retomar o convívio social desde que usem máscara facial por mais cinco dias quando estiverem com outras pessoas.

"A mudança é motivada pela demonstração científica de que a maior parte da transmissão ocorre no início do curso da doença, geralmente 1-2 dias antes do início dos sintomas e 2-3 dias depois", disse o órgão. Para todos os cidadãos expostos ao coronavírus, o CDC também recomenda um teste de antígeno no 5º dia após a exposição.

Caso haja sintomas, a quarentena se torna imediatamente obrigatória, até que um novo diagnóstico confirme que os sintomas não são atribuíveis à covid-19. A medida, porém, divide cientistas.

A França também autorizou, na semana passada, que profissionais de saúde assintomáticos voltem ao trabalho, ainda que com resultado positivo para o coronavírus.

A redução da quarentena foi adotada diante do elevado afastamentos de médicos e enfermeiros e a sobrecarga dos hospitais.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
coronavírus