Economia

Etanol: Unica espera que decisão sobre tributos não prejudique competitividade

Etanol: Unica espera que decisão sobre tributos não prejudique competitividade

Ribeirão Preto, 07 – A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) informou desconhecer detalhes de uma nova política de redução de tributos sobre a gasolina e sobre novas fórmulas de definição dos preços dos combustíveis. Com isso, a Unica informou que não irá se manifestar sobre a possível revisão nos tributos da gasolina, avaliada pelo governo, como confirmou nesta quarta-feira, 7, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em Nova York. Ele ratificou que está afastada a mudança na política de ajustes diários de preços adotada pela Petrobras.

Apesar de não comentar, a Unica, em nota, salientou que “a expectativa é de que essa decisão não prejudique a competitividade do etanol, nem crie inseguranças associadas ao controle de preços e à implementação do RenovaBio”, informou, citando a lei de incentivo aos combustíveis renováveis, sancionada em dezembro pelo presidente Michel Temer (MDB). A lei deve ser regulamentada até junho.