Negócios

EUA: CEO da Pilgrim’s Pride deixa companhia sob denúncia de fraude

Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural

O inquérito vai apurar denúncias de fraude nos preços do frango (Crédito: Arquivo / Dinheiro Rural)

A Pilgrim’s Pride Corp. (PPC) informou nesta quarta-feira que o diretor-geral da companhia, Jayson Penn, deixou a empresa, depois que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu um inquérito para apurar denúncias de envolvimento do CEO em uma conspiração para fraudar os preços do frango.

O diretor Financeiro da companhia, Fabio Sandri, assumiu a liderança da empresa a partir de agora, informou a Pilgrim’s Pride. Sandri já estava exercendo as funções de Penn temporariamente.

+ Pilgrim’s Pride diz que vendas para a China foram ponto positivo no 1º tri
+ Lucro da Pilgrim’s Pride cai 19,9% no 1º tri, para US$ 67,3 milhões

O Departamento de Justiça norte-americano indiciou Penn e outros três executivos da indústria avícola no início de junho, depois que o governo denunciou uma tentativa do cartel para fixar preços e burlar licitações no fornecimento de frango para redes de restaurantes.

Executivos da Pilgrim’s Pride, da Claxton Poultry Farms, entre outras empresas de frango, compartilharam informações sobre seus próprios preços e os dos concorrentes por meio de telefonemas e mensagens de texto, enquanto negociavam com compradores de restaurantes, segundo a investigação. Todos os envolvidos alegam inocência.

O novo CEO da companhia, Fabio Sandri, atuava como diretor Financeiro da empresa desde 2011. Anteriormente, ele foi chefe Financeiro da Estácio Participações, instituição de ensino superior privada no Brasil, e da Imbra SA, uma prestadora de serviços odontológicos com sede em São Paulo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro