Economia

EUA vendem 769,2 mil t de milho da safra 2019/20 na semana, diz USDA

Crédito: Divulgação

O Rabobank diz que, apesar da crescente valorização do dólar ante o real, a forte demanda doméstica por milho tem feito com que as cotações internas se mantenham acima da paridade de exportação (Crédito: Divulgação)

São Paulo, 5 – Exportadores dos Estados Unidos venderam 769,2 mil toneladas de milho da safra 2019/20, na semana encerrada em 27 de fevereiro, informou nesta quinta-feira, 5, o Departamento de Agricultura do país (USDA). O volume representa queda de 11% ante a semana anterior e de 29% em relação à média das quatro semanas anteriores.

Na semana, os principais compradores foram México (248,1 mil t), Coreia do Sul (136 mil t), Colômbia (88 mil t), Vietnã (66 mil t) e Arábia Saudita (65,7 mil t), que compensaram os cancelamentos feitos por Haiti (800 t).

+ Governo federal vai repassar R$ 2 milhões para plantio de forragem no RS
+ INTL FCStone eleva previsão de safrinha de milho 2020 para 74,28 mi de t 

Para a safra 2020/21, foram comercializados 100 mil toneladas, principalmente para o México (98 mil t) e Guatemala (2 mil t).

O resultado da soma das duas safras ficou dentro das estimativas de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam vendas entre 700 mil toneladas e 1,3 milhão de toneladas.

Os embarques do período somaram 844,6 mil toneladas. O volume, o maior do ano comercial, representa alta de 5% ante o registrado na semana anterior e de 18% ante a média das quatro semanas anteriores.

Os principais destinos foram Japão (335,6 mil t), México (277,6 mil t), Vietnã (66 mil t), Arábia Saudita (65,7 mil t) e Guatemala (31,9 mil t).