Economia

Exportação de açúcar cai 1,9% em agosto ante agosto de 2018

Crédito: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress

No porto: o açúcar que sai do Brasil para a China concorre com a produção local e com o contrabando (Crédito: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress)

São Paulo, 2 – O Brasil exportou em agosto 1,665 milhão de toneladas de açúcar bruto e refinado, queda de 1,9% em relação ao total embarcado em igual período de 2018, de 1,697 milhão de toneladas. Quando comparado com as exportações de julho, de 1,821 milhão de toneladas, houve queda de 8,6%. Dados da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia divulgados nesta segunda-feira, 2, mostram que, do total exportado no mês passado, 1,509 milhão de toneladas foram de açúcar demerara e 156 mil toneladas, de refinado.

Os dados consideram 22 dias úteis.

A receita obtida com a exportação do alimento em agosto foi de US$ 484,7 milhões, 7,5% menor que a registrada em julho, de US$ 524 milhões, e 4,53% inferior à de agosto de 2018, de US$ 507,7 milhões.

No acumulado dos primeiros oito meses de 2019, o volume exportado atinge 11,455 milhões de toneladas, queda de 13,9% ante o período de janeiro a agosto 2018, de 13,298 milhões, com receita de US$ 3,355 bilhões, recuo de 21% sobre o total de US$ 4,250 bilhões de igual intervalo de 2018.