Economia

Faesc: recursos a juros mais baixos e subvenção ao seguro rural atendem setor

Crédito: Reprodução/Embrapa

LOS ANGELES, CALIFORNIA - NOVEMBER 16: Director Fernando Meirelles attends Two Popes AMPAS Tastemaker at ROSS HOUSE on November 16, 2019 in Los Angeles, California. Rich Polk/Getty Images for Netflix/AFP (Crédito: Reprodução/Embrapa)

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) avaliou que entre os pontos positivos do Plano Safra 2020-21, anunciado ontem (17), estão o aporte de 6,1% mais recursos para financiamento, a ampliação da verba para pequenos e médios produtores, o aumento de 30% na subvenção ao seguro rural e o investimento de R$ 2,7 bilhões no apoio à comercialização.

+ Seguro rural: tão importante quanto tecnologia 

“Os recursos disponibilizados estão dentro da expectativa do setor. Para Santa Catarina, que tem como base a agricultura familiar formada por pequenos e médios produtores, a ampliação da verba destinada ao Pronaf e ao Pronamp, bem como a redução de juros para estes programas, são importantes e vão atender a demanda estadual”, disse, em nota, p presidente da entidade, José Zeferino Pedrozo.

O Plano Safra disponibilizará R$ 236,3 bilhões para custeio, comercialização, industrialização e investimentos, R$ 13,5 bilhões a mais que a última safra, que se encerra no próximo dia 30.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro