Notícias

FCStone: produção de açúcar da UE será decisiva para definição de preço

São Paulo, 10/10 – O mercado internacional de açúcar deve se voltar agora para a safra do Hemisfério Norte, a qual deve ter um grande aumento das exportações, principalmente de açúcar refinado, afirma a INTL FCStone em relatório divulgado nesta terça-feira, 10. “Com expectativas muito otimistas no mercado, quaisquer problemas nestes países podem levar à recuperação nos preços”, diz, em nota, o analista de mercado da INTL FCStone, João Paulo Botelho.

A consultoria afirma que, nos próximos meses, o foco será a produção na União Europeia, Índia, Tailândia e Paquistão. “Na União Europeia, depois de anos com a produção e a exportação limitadas por sistema de cotas, as usinas do bloco ficarão livres para produzir o quanto açúcar desejarem e destinarem este produto a qualquer mercado disponível”, diz Botelho.

Já na Índia e Tailândia, espera-se que a recuperação após a seca de 2015 leve a uma forte retomada da produção.

Sobre a demanda e a safra 2018/19, o analista afirma que também serão determinantes para os preços do açúcar a reação da demanda aos preços mais baixos da commodity no mercado internacional e qual será o impacto destes sobre a área plantada em importantes países produtores.