Notícias

FPA vê prejuízo ao produtor com decisão de retirar taxa sobre UE e Nova Zelândia

São Paulo, 7 – A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) estuda alternativas para minimizar os impactos da decisão do governo de suspender a taxa antidumping sobre o leite importado da União Europeia e Nova Zelândia. A decisão, segundo a entidade, pode trazer graves prejuízos a pequenos, médios e grandes produtores, cooperativas e pequenos laticínios.

O tema será debatido na próxima terça-feira, 12, na reunião semanal da FPA, em Brasília. De acordo com a Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite), o País possui 1,170 milhão de propriedades rurais dedicadas à pecuária leiteira.