• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias09/07/2021

Frango/Cepea: outros destinos compensaram perda de mercado na Arábia Saudita

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo09/07/21 - 12h30min

O Brasil conseguiu compensar com outros mercados o volume de carne de frango deixado de embarcar para a Arábia Saudita devido ao embargado anunciado em maio, disse o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), que compilou dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia. "Os aumentos nas exportações da proteína nacional para outros importantes destinos, como China e Japão, compensaram a redução dos embarques à Arábia Saudita e sustentaram os volumes totais escoados pelo Brasil", disse em relatório.

Conforme o levantamento, em junho as exportações de carne de frango ao país árabe caíram pela metade (51%), somando apenas 23,2 mil toneladas, a menor quantidade desde junho/18. "Na contramão, também de maio para junho, os envios da proteína brasileira à China e ao Japão cresceram 2,6% e 12,5%, respectivamente, somando 56,6 mil toneladas e 36,4 mil toneladas.". Os dois países foram os principais destinos do produto no último mês. No total, foram 397,5 mil toneladas de carne de frango exportadas pelo Brasil em junho, queda de 4,1% ante maio. "Ainda assim, a quantidade exportada mês passado ficou 16,2% acima da verificada em junho/20, conforme dados da Secex."

No mercado interno, os preços do frango subiram na última semana, conforme o Cepea. Em Toledo (PR), o produto congelado foi negociado a R$ 7,51/kg ontem (7), aumento de 3,4% frente à quarta-feira anterior (30). Para o frango resfriado, a valorização foi de 3,3% no mesmo período, a R$ 7,67/kg. "Na Grande São Paulo, a elevação nos preços foi de 4,6% tanto para o congelado quanto para o resfriado, comercializados a R$ 7,23/kg e a R$ 7,25/kg, respectivamente."

De acordo com o centro de estudos, no atacado da Grande São Paulo compradores adiantaram compras devido ao feriado desta sexta-feira (9). "O filé de peito resfriado foi negociado a R$ 11,57/kg no dia 7, valorização de 6,2% frente ao dia 30 de junho. Para a coxa com sobrecoxa, o aumento no preço foi de 3% no mesmo período, com o produto resfriado indo a R$ 7,45/kg.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais