Notícias

Funchal: é importante continuar avançando em reformas para estabilizar dívida

O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, defendeu nesta terça-feira, 15, a continuidade do processo de reformas para conseguir estabilizar a proporção da dívida em relação ao Produto Interno Bruto (PIB).

A dívida fechou 2019 em 75,8% do PIB e deve dar um salto neste ano devido às despesas feitas para combater a pandemia da covid-19, chegando a 93,5% do PIB. Nos anos seguintes, a previsão do governo é que essa proporção continuará crescendo até 98,1% em 2025.

Segundo Funchal, a trajetória da dívida é muitas vezes um indicador mais relevante para analisar o compromisso de um País com o ajuste nas contas, daí a necessidade de almejar a estabilização. Apesar disso, ele reconheceu que o patamar atual do endividamento é elevado.

“Temos que trabalhar por redução no nível do endividamento”, afirmou em live promovida pela CFA Society Brazil.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais