Notícias

Governo dos EUA detecta novo surto de bactéria em verduras

Chicago, 7 – O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos informou que foi detectado um novo surto Escherichia coli em alface romana. Em sua mais recente atualização, a agência acrescentou nove casos à sua lista de pessoas doentes por causa da bactéria. Até o momento, já foram identificadas 52 pessoas doentes em 15 Estados. Segundo o CDC, a contagem de casos está avançando para um surto nacional.

A agência disse que espera ainda identificar mais casos em virtude do tempo prolongado entre o adoecimento da pessoa e o relato do mal. O CDC pede para que os consumidores não comam alface romana nas regiões costeiras centrais da Califórnia. Desde a última semana, algumas unidades na rede varejista nacional estão rotuladas com a identificação de procedência.

“Se a alface romana não for rotulada, não compre, não sirva, não venda ou não coma”, alerta a agência.

Este é o quarto surto de E. coli ligado a uma verdura registrado no último ano. A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) informou que as investigações apontam para 10 distribuidores, 12 produtores e 11 fazendas como possíveis fontes da alface contaminada para quatro restaurantes de três Estados.

A agência afirma que autoridades começaram as investigações no local das fazendas da Califórnia e de resfriamento de alface no mês passado, coletando amostras de alface, terra, água e excrementos de animais.

Os resultados dos testes de água ainda estão pendentes, disse a FDA, embora a bactéria não tenha sido encontrada em nenhuma das outras amostras. Fonte: Dow Jones Newswires.