Economia

Hortifrutícolas têm a maior deflação no primeiro bimestre dos últimos três anos

Crédito: Reprodução/Embrapa

Uva contribuiu para a deflação de fevereiro do grupo hortifrutícola (Crédito: Reprodução/Embrapa)

Os preços dos produtos hortifrutícolas apresentaram a maior deflação no primeiro bimestre dos últimos três anos. Segundo o IPPA/Cepea (Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários), a média dos preços desses itens encolheu 15,4% no acumulado entre janeiro e fevereiro, contra o fim de dezembro. Naquele mês, o IPPA geral deflacionou 1,64%. As variações são nominais.

A inflação é apurada pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP).

+ PIB do agronegócio teve expansão de 3,81% em 2019
+ População ocupada no agronegócio alcança 18,3 mi de pessoas em 2019, diz Cepea 

Fazem parte do indicador a cenoura, mamão, melancia, tomate, banana, uva, batata, os citros, manga, melão, cebola, maça e as folhosas.

Em fevereiro, o grupo hortifrutícolas, dentro do IPPA, registrou queda de 5,8% frente a janeiro. A maior pressão negativa veio do tomate, da banana e da uva, segundo o Cepea.

Já os preços agropecuários em geral, mensurados pelo IPPA, variaram pouco entre janeiro e fevereiro. Mas para sentido oposto, com alta nominal de 0,8%.

 

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?