Notícias

Houve recessão, mais curta e menos aguda que o esperado, diz diretor do BC

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Fabio Kanczuk, avaliou nesta segunda-feira, 7, que a economia brasileira enfrentou uma recessão em 2020, em função da pandemia do novo coronavírus, mas que ela foi “mais curta” e “menos aguda” que o esperado pelo mercado financeiro. Ele lembrou que, no início da pandemia, havia projeções de retração de 9% para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, algo que não se verificou.

“O retorno da economia é muito rápido”, afirmou Kanczuk. “As empresas sofreram bem menos do que poderiam ter sofrido.”

O diretor do BC afirmou ainda que o ano de 2020 “foi muito difícil” em função da pandemia. “Em termos de saúde pública, foi terrível.”, reconheceu. “Mas houve reação importante de política pública em 2020.”

De acordo com o diretor, a forma na qual a política pública atuou na pandemia foi via crédito. “Numa recessão típica, o crédito contrai fortemente ante o PIB. Na atual crise, o crédito subiu, em vez de cair. E isso se deveu à política pública”, disse.

Kanczuk participa nesta segunda-feira da divulgação do Relatório de Economia Bancária (REB) referente a 2020.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?