Geral

Importação chinesa de milho cresce 1.142% em novembro e a de soja, 15,8%

Crédito: Arquivo / Embrapa

Nos 11 meses do ano, o país asiático importou 92,80 milhões de toneladas da oleaginosa (Crédito: Arquivo / Embrapa)

São Paulo, 28 – As importações chinesas de soja totalizaram 9,59 milhões de toneladas em novembro deste ano, aumento de 15,8% ante igual período do ano passado, de acordo com dados divulgados pelo Departamento de Alfândegas da China (GAAC, na sigla em inglês). Nos 11 meses do ano, o país asiático importou 92,80 milhões de toneladas da oleaginosa.

Dentre os derivados da soja, a China adquiriu 40 mil toneladas de óleo de soja em novembro deste ano, variação negativa de 23,7% em relação ao volume registrado um ano antes. De janeiro a novembro deste ano, a importação da commodity totalizou 890 mil toneladas.

+ Grãos/CBOT: soja e milho têm potencial limitado de queda, dizem analistas
+ EUA vendem 1,924 milhão de t de milho da safra 2020/21 na semana, diz USDA

As importações chinesas de milho alcançaram 1,23 milhão de toneladas em novembro, volume 1.142,2% superior ao registrado em novembro de 2019. No acumulado do ano, o país importou 9,04 milhões de toneladas do cereal.

De trigo, os chineses importaram 800 mil toneladas no mês passado, alta de 77,6% na comparação anual. Nos 11 meses do ano, as importações do cereal pelo país asiático totalizaram 7,49 milhões de toneladas.

A China importou 200 mil toneladas de algodão no mês passado, incremento de 86,6% ante igual intervalo de 2019. A importação da fibra natural totalizou 1,80 milhão de toneladas entre janeiro e novembro deste ano.

As compras chinesas de óleo de palma atingiram 460 mil toneladas em novembro, volume 27,8% menor que o importado um ano antes. Nos onze meses do ano, a importação da commodity atingiu 4,03 milhões de toneladas.

De lácteos, 310 mil toneladas foram importadas pela China em novembro, 9,1% a mais do que em igual período do ano anterior. Entre janeiro e novembro, o país comprou 3,05 milhões de toneladas de produtos lácteos do mercado externo.

As importações chinesas de açúcar somaram 710 mil toneladas em novembro, alta de 114,0% ante igual mês do ano anterior. No acumulado do ano, as importações do adoçante alcançaram 4,36 milhões de toneladas.

As compras de fertilizantes foram de 960 mil de toneladas, aumento de 78,4% ante novembro do ano passado. De janeiro a novembro, a China importou 9,93 milhões de toneladas de adubos.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?