Economia

Início da colheita de arroz segura cotações no RS

Crédito: Divulgação

Produtores e armazenadores de arroz nos Estados de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e Santa Catarina começam a receber as senhas de acesso ao Sistema de Pesquisa de Estoque Privados (Sipesp) a partir desta sexta-feira, 28 (Crédito: Divulgação)

Entre 4 e 11 de fevereiro, a cotação do arroz em casca no Rio Grande do Sul permaneceu praticamente estável (-0,17%), fechando a R$ 51,13 por saca de 50 kg. No entanto, na segunda-feira (10) o indicador atingiu novo recorde nominal, de R$ 51,58 a saca.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP), mesmo com vendedores mais ativos no mercado do Estado, o interesse de compra prevaleceu nos últimos dias, o que sustentou as cotações do arroz, apesar do início da colheita.

O estudo mostra que compradores elevaram os valores de suas ofertas, visando novas aquisições para repor estoques e que os produtores focaram em negociar o cereal que estava armazenado.

Picapes respondem por 12% dos recalls de 2019, aponta pesquisa
5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
As 10 picapes mais vendidas no Brasil em janeiro