Economia

INSS antecipa pagamento do BPC de segurados no Espírito Santo

O Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) decidiu antecipar o pagamento dos benefícios de prestação continuada previdenciária dos segurados residentes nos municípios de Alfredo Chaves, Iconha, Rio Novo do Sul e Vargem Alta, no Espírito Santo, atingidos pelas fortes chuvas.

A portaria, publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (19), diz que a antecipação do pagamento terá efeito enquanto perdurar o estado de calamidade pública reconhecido pela Portaria nº 115, de 21 de janeiro de 2020, do Ministério do Desenvolvimento Regional.

+ Aposentados e pensionistas do INSS podem acessar o extrato para IR
+ Publicada portaria que reajusta em 4,8% os benefícios do INSS 

O documento informa que a identificação do beneficiário, para fins do pagamento, será realizada na unidade bancária responsável pelo pagamento do benefício, ainda que na condição de correspondente bancário, após recebimento do Termo de Opção.

“O Termo de Opção será recebido pelas unidades bancárias ou seus correspondentes responsáveis pelo pagamento dos benefícios, no período de 19 de fevereiro a 30 de abril de 2020”.

De acordo com a portaria, será antecipado “valor correspondente a uma renda mensal do benefício devido, excetuados os temporários, mediante opção dos beneficiários, observada a disponibilidade orçamentária”.

INSS antecipa pagamento do BPC de segurados no Espírito Santo

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?