Economia

INTL FCStone eleva para 7,7 mi de t a estimativa de déficit global de açúcar

INTL FCStone eleva para 7,7 mi de t a estimativa de déficit global de açúcar

Ribeirão Preto, 31 – A INTL FCStone divulgou nesta quinta-feira, 31, a terceira estimativa do balanço entre oferta e demanda global de açúcar na safra 2019/2020 e elevou de 5,9 milhões para 7,7 milhões de toneladas a previsão de déficit no período iniciado neste mês de outubro. A consultoria também reduziu de 600 mil para 200 mil toneladas a previsão para o déficit da safra global 2018/2019. Na safra 2017/2018, houve um superávit de 7,7 milhões de toneladas.

Segundo o relatório do analista Matheus Costa, a oferta total de açúcar na safra 2019/2020 deve ficar em 178,8 milhões de toneladas, queda de 3,5% sobre a safra passada, de 185,3 milhões de toneladas. Já a demanda prevista para a safra é de 186,5 milhões toneladas, 0,8% superior à de 2018/2019, de 185,1 milhões de toneladas.

O recuo na oferta ocorrerá pela queda na produção açúcar em quatro dos maiores produtores globais. Na Índia, a oferta deve ser reduzida em 18,3%, do recorde de 32,9 milhões de toneladas em 2018/2019, para 26,9 milhões de toneladas em açúcar branco equivalente.

Na Tailândia, a produção deve cair 11,2% entre as safras, para 13,2 milhões de toneladas e na China a queda deve ser de 2,4% na mesma base de comparação, para 10,5 milhões de toneladas. Na União Europeia, na oferta deve ser de 3,5%, para 16,5 milhões de toneladas.