O Campo Digital

Jacto lança ecossistema digital

Crédito: Divulgação

A fabricante de maquinário agrícola Jacto lançou um ecossistema digital para seus clientes, o Jacto Connect. O aplicativo já está disponível para os produtores com algumas funções, principalmente toda a operação de pós-venda. Também será possível buscar informações técnicas sobre os veículos, endereços de revendas
e vender maquinário usado por meio da plataforma. No futuro, a empresa quer oferecer ainda mais serviços nesse ambiente digital, incluindo cursos que já são realizados de forma offline.

Drones agrícolas
Pulverização contra o coronavírus

Divulgação

A SkyDrones, empresa brasileira com dez anos de experiência na área de drones de pulverização, está usando o Pelicano, um de seus VANTs (veículos aéreos não tripulados) para ajudar a prefeitura de Porto Alegre no combate ao novo coronavírus. O tanque, com capacidade de 10 litros, é abastecido com uma mistura de água e cloro — e o processo é muito mais rápido do que a desinfecção feita por pessoas. Testes no centro da cidade foram promissores e a empresa acredita que a estratégia poderia ser replicada em outras regiões. O Pelicano já foi usado de forma semelhante na luta contra o Zika vírus.

Desafio
AgTech convoca startups para ajudar produtores

O hub AgTech Garage, de Piracicaba, lançou o Desafio Covid-19, em parceria com a Bayer, para identificar soluções com potencial para ajudar o agro a enfrentar a pandemia de Covid-19. Vinte empresas foram selecionadas, com serviços e produtos variados. A lista inclui companhias como a Bart Digital, responsável pela emissão de títulos eletrônicos, e a JetBov, que oferece uma ferramenta de gestão para pecuária de gado de corte. As soluções estão disponíveis na plataforma Orbia, da Bayer, com condições facilitadas aos produtores.

Investimentos
Agrotools recebe aporte

Divulgação

O valor não foi divulgado, mas o novo aporte da gestora de venture capital KPTL na Agrotools irá fortalecer o plano da empresa de consolidar sua posição, atraindo mais clientes e adquirindo outras startups que completem seu portfólio. Atualmente, a Agrotools oferece soluções em 12 verticais do agro e exporta tecnologia para Paraguai, Argentina e Austrália, e espera faturar R$ 25 milhões em 2020. A KPTL, responsável pelo investimento, surgiu em dezembro de 2019, a partir da fusão da A5 Capital Partners e a Inseed Investimentos, e nasceu como a maior gestora de fundos de venture capital domiciliados no Brasil, com um portfólio de R$ 1,2 bilhão, investidos em 50 empresas.

Tradings
Iniciativa Covantis começará no Brasil

Iniciativa internacional que reúne as tradings ADM, Bunge, Cargill, COFCO International, Louis Dreyfus Company e Glencore Agriculture com o objetivo de modernizar as operações do agro, a Covantis será lançada oficialmente no Brasil. A proposta é usar tecnologias, como blockchain e inteligência artificial (I.A.) para tornar as transações do setor mais modernas, confiáveis e facilmente rastreáveis. As gigantes do agro decidiram aplicar o formato às negociações de grãos no Brasil, a partir de um trabalho conjunto com produtores e importadores. O objetivo final, segundo as empresas, é levar o comércio de commodities à era digital.

Food tech
Startup brasileira vence desafio internacional

Com a proposta aparentemente simples de produzir ketchup a partir de bananas que seriam descartadas por produtores, a startup Feitosa, do Rio Grande do Sul, venceu o desafio de inovação da Thought For Food (TFF) em parceria com a Food Accelerator At Google (FLAG), na categoria Economia Circular em Alimentos. A empresa usa a banana para fazer molhos, as cascas em antepastos e ainda trabalha com os bananicultores para melhorar o manejo. A linha de produtos já conta até com uma cerveja e um tipo de melaço à base da fruta. Atualmente, a produção foi suspensa devido à pandemia. O objetivo da startup é expandir a sua atuação para fora do Brasil em 2021.

Ranking
Solinftec e Agrosmart entre as maiores agtechs do mundo

Todos os anos, a Thrive, aceleradora do fundo SVG Ventures especializada em inovação no agro, elabora um ranking com as 50 principais agtechs do planeta. Neste ano, pela segunda vez consecutiva, a brasileira Solinftec, principal empresa de agricultura digital do país, aparece na lista. Dessa vez, no entanto, ela não está sozinha: a Agrosmart também foi elencada. Ambas aparecem na categoria Gestão de Fazenda e de Dados. O ranking é dominado pelos Estados Unidos, que aparecem com 31 empresas. Canadá, Israel, Índia, Nova Zelândia e Austrália também foram contemplados.

Outra novidade foi a elaboração de uma lista específica para food techs, em que aparecem startups de proteínas alternativas, como a Beyond Meat e a Impossible Foods, além de representantes com soluções para reduzir o desperdício, garantir segurança alimentar e aumentar a rastreabilidade dos produtos. Nesta relação, não há nenhuma empresa brasileira.

Inovação
Minas Gerais ganha novo hub

Conhecida pela qualidade de seu café, a região sul de Minas Gerais receberá seu primeiro hub de inovação. O AgVenture Hub, parceria da InoVenture com a Fundação ProCafé, quer fomentar o ecossistema agtech por meio de um programa de aceleração e acesso a fazendas experimentais, em que as soluções podem ser testadas em campo. A inauguração do espaço físico foi adiada por causa da pandemia, mas as inscrições para o programa devem ser abertas entre junho e julho.

O formato está sendo estabelecido em conjunto com os parceiros corporativos, e a busca não será limitada a soluções relacionadas à produção de café.