Notícias

JBS diz ter tolerância zero com desmatamento ilegal, em resposta à Anistia

Crédito: Arquivo/Agência Brasil/ASCOMADEPARÁ

A empresa diz que investe em monitoramento de fornecedores para que a companhia só compre bois de produtores que atendam seus critérios socioambientais (Crédito: Arquivo/Agência Brasil/ASCOMADEPARÁ)

São Paulo, 28 – A JBS afirma que os argumentos da Anistia Internacional nos quais se baseiam a petição que pede o fim das compras de gado de áreas ilegais da Amazônia são antigos e já foram esclarecidos.

Em nota enviada ao Broadcast Agro (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), a empresa diz que tem tolerância zero com o desmatamento ilegal e que continua investindo em seu sistema de monitoramento de fornecedores para que a companhia só compre bois de “produtores que atendam plenamente seus critérios socioambientais”.

+ ‘Até 2030 o desmatamento vai acabar… por falta de floresta’, diz delegado da PF

Nesse sentido, a companhia disse continuar desenvolvendo uma série de ações para monitorar a cadeia, inclusive os fornecedores indiretos, ou seja pecuaristas que vendem boi magro aos produtores dos quais a JBS compra. Ontem, a empresa informou ter iniciado neste mês o cadastro de produtores na Plataforma Pecuária Transparente, ferramenta com tecnologia blockchain para este fim.

Na nota, a JBS cita, ainda, o lançamento do Protocolo de Monitoramento de Fornecedores do Ministério Público Federal (MPF), desenvolvido em parceria da empresa com a ONG Imaflora, e o compromisso de tornar-se net zero em 2040, ou seja, zerar o balanço de emissões líquidas de gases do efeito estufa da sua cadeia produtiva.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?