Economia

Leite: RS prorroga medida que desobriga emissão de nota fiscal do produtor

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

"O ideal é que a medida seguisse suspensa até o fim dos efeitos da pandemia (de covid-19)", disse o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, em nota (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

São Paulo, 13 – O governo do Estado do Rio Grande do Sul decidiu prorrogar, até o dia 30 de setembro, a medida que desobriga a emissão de Nota Fiscal do Produtor nas saídas de leite destinadas à indústria de laticínios. Publicada no Diário Oficial do Rio Grande do Sul (DOE) na sexta-feira, 10, a decisão vale desde o dia 1º de julho, data em que voltaria a exigência, e foi comemorada pelo setor.

+ Novo ciclone deixa estragos no Rio Grande do Sul
+ Rio Grande do Sul e Ceará são alvo de operação da PF contra hackers 

“O ideal é que a medida seguisse suspensa até o fim dos efeitos da pandemia (de covid-19)”, disse o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, em nota. Conforme a entidade, a decisão foi tomada de forma a minimizar os efeitos da crise ocasionada pela Covid-19 na produção de leite e auxiliando no distanciamento social, no fluxo de pessoas entre as propriedades rurais e as fábricas.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?