Notícias

Lewandowski e Gilmar debatem a lei da lavagem de dinheiro, que faz 23 anos

Vinte e três anos depois de promulgada, a lei de lavagem de dinheiro brasileira é tema de um balanço sobre seus avanços e deficiências no livro “Lavagem de Dinheiro”, dos advogados Pierpaolo Bottini e Ademar Borges.

Lançada pela editora Revista dos Tribunais, a obra conta com análises assinadas pelos ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), Maria Thereza de Assis Moura e Rogério Schietti, do STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Também conta com textos de desembargadores de Tribunais Regionais Federais, como Nino Toldo, Fausto de Sanctis, Paulo Fontes e José Lunardelli, além de juristas renomados, como Luís Greco, Alaor Leite, Heloísa Estellita, Gustavo Badaró, André Callegari, Alamiro Salvador e Juliano Breda.

Para discutir o tema, a TV ConJur promove nesta segunda (25) e quarta-feira (27), às 11h, dois debates com autores e coautores da publicação. O debate de hoje já pode ser conferido no YouTube.

No primeiro, com mediação de Bottini, estarão: Ricardo Lewandowski, ministro do STF; José Marcus Lunardelli, desembargador do TRF-3; Luís Greco, professor; Heloísa Stellita, advogada; e Juliano Breda, advogado.

Já no segundo, com mediação da advogada Danyelle Galvão, estarão: Gilmar Mendes, ministro do STF; Alaor Leite, professor; Gustavo Badaró, advogado; Ademar Borges, advogado (apresentador).

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?