• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias29/09/2021

Luciano Hang admite ter contas no exterior, mas nega financiar fake news

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo29/09/21 - 12h23min

O empresário Luciano Hang admitiu ter contas no exterior e offshores em paraíso fiscal. Durante depoimento na CPI da Covid nesta quarta-feira, Hang, no entanto, negou que tenha financiado a disseminação de fake news. "Temos contas no exterior, temos offshore, deve ser umas duas ou três, declaradas na Receita Federal, todas essas declaradas e auditadas", disse Hang.

Após o presidente da CPI, Omar Aziz, afirmar que o colegiado tem informações sobre o financiamento de fake news por meio das contas no exterior, e empresário negou: "não, não".

Hang também admitiu que recebeu benefícios fiscais para a atividade das empresas Havan no País, mas afirmou que todos os incentivos estão previstos em legislação. Ele ainda classificou como "fake news" a informação de que tenha sido financiado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES).

Tumulto

O depoimento de Hang começou tumultuado na CPI. Houve bate-boca entre o grupo majoritário e os governistas. O senador Rogério Carvalho (PT-SE) chegou a pedir a retirada do advogado do empresário na sala da comissão após o defensor ter supostamente ofendido o parlamentar. O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), determinou a apreensão de placas que Hang levou para a comissão pela Polícia do Senado. Uma delas tinha a frase "não me deixam falar". Além disso, o empresário divulgou um vídeo considerado como propaganda de suas lojas. A sessão da CPI foi suspensa após a discussão.

'Papel central'

"A mobilização da tropa bolsonarista na CPI para defender Luciano Hang demonstra o papel central do empresário para as investigações. Eles se entregaram! Quem financia as fake news? Qual o papel do empresário no esquema? Por que é tão importante para eles essa blindagem?"

O questionamento foi feito pelo deputado federal José Guimarães (PT-CE), em publicação no Twitter, sobre o bate-boca entre senadores durante sessão de depoimento do dono da Havan, o empresário Luciano Hang, nesta quarta-feira.

A deputada federal Talíria Petrone (PSOL-RJ) também fez publicação no Twitter sobre o bate-boca. "Quando os senadores Flávio Bolsonaro, Marcos Rogério e sua trupe tumultuam a #CPIdaCovid é sinal de que bateu o desespero…", escreveu. Sem habeas corpus, Luciano Hang conta com o amparo de senadores da base do governo.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
contas