• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias27/10/2021

MAG/Pereira: Comunicado do Copom foi seco, chamou atenção pelo que não disse

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo27/10/21 - 21h22min

Ao elevar a taxa Selic em 1,5 ponto porcentual nesta quarta-feira, 27, o Comitê de Política Monetária (Copom) atendeu à ponta mais "dove" das estimativas do mercado, avalia a estrategista-chefe da MAG Investimentos, Patricia Pereira. Para a analista, o destaque da decisão foi um comunicado seco da autoridade monetária, que não explicitou a sua avaliação a respeito das propostas de mudanças no teto dos gastos.

"O que chamou atenção foi o Copom não dizer, ser mais econômico", diz Pereira. "O Copom mencionou questionamentos em torno do arcabouço fiscal, mas isso quer dizer que, para ele, não está claro? Ele tem a opinião de que o teto não foi quebrado? Ele tem espaço para ser mais explícito na ata, mas pode não ser. Pode tentar ganhar tempo, mantendo uma comunicação mais seca sobre a política fiscal."

Após a divulgação de planos do governo para pagar parte de um auxílio de R$ 400 em 2022 e para alterar o indexador fiscal, nas duas últimas semanas, a mediana de mercado apurada pelo Projeções Broadcast para o aumento de juros de outubro saltou de 1 ponto porcentual, para 1,5 ponto. Parte do mercado chegou a prever ajustes mais fortes nesta reunião, de 2 a 3 pontos.

No comunicado, no entanto, o Copom apresentou um trecho sobre a política fiscal no Brasil. "Apesar do desempenho mais positivo das contas públicas, o Comitê avalia que recentes questionamentos em relação ao arcabouço fiscal elevaram o risco de desancoragem das expectativas de inflação, aumentando a assimetria altista no balanço de riscos. Isso implica maior probabilidade de trajetórias para inflação acima do projetado de acordo com o cenário básico", diz o texto.

Segundo Pereira, a sinalização do Copom de um novo aumento de 1,5 ponto em dezembro faz com que o cenário-base convirja para uma Selic de 9,25% no fim do ano. A menção do comunicado a um aperto monetário que avança "ainda mais em território contracionista" indica que o Banco Central (BC) também passou a enxergar uma taxa de juros maior no fim do ciclo, avalia a estrategista, que estima juros terminais próximos de 11%.

Pereira considera, no entanto, que a mudança das projeções de inflação do cenário básico do BC para 2022 - de 3,70% em setembro para 4,10% neste documento - indica que os diretores do BC podem abandonar em entrevistas o compromisso com o centro da meta de inflação do ano que vem, de 3,50%.

"Se ficarem nessa ideia de entregar o centro da meta, teria de aumentar o passo em relação a hoje, vão ter de fazer muito mais", nota Pereira. "Se flexibilizarem, podem reduzir um pouco o passo a partir de janeiro do ano que vem. Não tem como advogar o cumprimento da meta, não é crível."

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais