Notícias

Maior cooperativa dos EUA vai reapresentar balanços após fraude de funcionário

Nova York, 26 – A CHS, maior cooperativa agrícola dos Estados Unidos, vai reapresentar seus balanços referentes aos anos fiscais 2015, 2016 e 2017, após descobrir que um funcionário manipulou certos contratos de transporte ferroviário, levando a companhia a superestimar seu lucro. Em documento protocolado junto à Securities and Exchange Commission (SEC, a CVM americana), a CHS disse que uma investigação interna notou inicialmente que derivativos relacionados a esses contratos pareciam estar com valor excessivamente alto.

Após contratar empresas de auditoria, a cooperativa descobriu que o funcionário manipulou o valor e a quantidade de vagões graneleiros nesses contratos. Como resultado da auditoria, a CHS acredita que pode ter superestimado o lucro antes de impostos em até US$ 190 milhões entre 1º de setembro de 2014 e 31 de maio de 2018. A companhia também acredita que o valor de seus ativos líquidos em 31 de maio de 2018 pode ter sido superestimado em até US$ 220 milhões.

A CHS disse que o funcionário foi demitido após a auditoria. Segundo o CEO da CHS, Jay Debertin, não haverá perda monetária, mas a cooperativa deverá ter custos adicionais para melhorar os controles internos. Fonte: Dow Jones Newswires.