Notícias

Maioria das Bolsas da Europa fecha em alta; Madri é exceção

Os principais índices acionários da Europa fecharam, em sua maioria, em alta nesta quinta-feira, 2, enquanto a Bolsa de Madri registrou pequena variação negativa. Os investidores evitaram negociações agressivas às vésperas da divulgação do payroll (dado de emprego) nos Estados Unidos. Operações ex-dividendos e dados da zona do euro também estiveram no radar.

O índice pan-europeu Stoxx 600 avançou 0,31%, a 474,60 pontos. Já o FTSE 100, em Londres, subiu 0,20%, a 7.163,90, e o DAX, em Frankfurt, teve alta de 0,10%, a 15.840,59.

Os acionistas operaram sem muito ímpeto nesta sessão, enquanto aguardam o relatório de emprego de agosto dos EUA, o payroll, a ser divulgado na sexta-feira. O indicador está no centro das discussões do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre a normalização monetária, que por sua vez, pode influenciar as decisões do Banco Central Europeu (BCE), que se reúne na próxima quinta-feira, 9.

O analista chefe da CMC Markets, Michael Hewson, avalia que nesta quinta-feira foi um dia fraco para as ações europeias, sem muita direção, por estarem “um passo à frente” do relatório americano. Ainda assim, o FTSE 100 “conseguiu se livrar” de um desconto de 14 pontos dado às negociações ex-dividendos, diz Hewson.

As ações da Melrose lideraram a alta do FTSE 100 nesta sessão, com avanço de 7,19%, após divulgar resultados melhores do que o esperado para o primeiro semestre deste ano. Ainda na Bolsa de Londres, a companhia sueca Orphan Biovitrum subiu 26,40% depois que a empresa de private equity Advent International e uma afiliada do fundo soberano de Cingapura fizeram uma oferta para comprar a farmacêutica por cerca de US$ 8 bilhões, como noticiou a Dow Jones Newswires.

Na zona do euro, a Eurostat, agência oficial de estatísticas da União Europeia, informou que o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) saltou 12,1% em julho, na comparação anual. O resultado ficou um ponto porcentual acima do esperado por analistas.

Na Itália, o governo trabalha em um novo projeto de lei de quase 20 bilhões de euros, reportou a Bloomberg. O objetivo é manter medidas que apoiem famílias e empresas durante a pandemia. O FTSE MIB fechou em alta de 0,20%, a 26.233,38 pontos.

Em Paris, o CAC 40 subiu 0,06%, a 6.763,08.

Em Lisboa, o PSI 20 teve alta de 0,60%, a 5.505,55.

Na contramão, o Ibex 35, de Madri, caiu 0,11%, a 8.981,40 pontos.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?