Tecnologia

Mapa inicia nova missão ao Piauí, Pernambuco e Bahia

Mapa inicia nova missão ao Piauí, Pernambuco e Bahia

disputa pesada O Brasil tem muito a crescer no mercado global de frutas. Na América do Sul, o País fica atrás de Argentina, Equador, Peru e Chile, grande produtor de uvas (foto)

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) inicia nesta quarta-feira, 2 de outubro, nova missão exploratória no Nordeste brasileiro. O objetivo é conhecer iniciativas de sucesso implementadas nos estados de Piauí, Pernambuco e Bahia que poderão ser replicadas para outras áreas da região por meio do projeto estratégico AgroNordeste, que será oficialmente lançado no final da tarde de hoje (1º) pelo presidente da República Jair Bolsonaro, em solenidade no Palácio do Planalto.

O AgroNordeste pretende impulsionar o desenvolvimento econômico, social e sustentável do meio rural e será implantado em 2019 e 2020 em 230 municípios dos nove estados do Nordeste, além de Minas Gerais, divididos em 12 territórios, alcançando uma população rural de 1,7 milhão de pessoas.

A comitiva do Mapa parte de Teresina e vai para Parnaíba, no Piauí, e será finalizada na tarde de sexta em Petrolina-PE. O grupo é formado pelo secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Ministério, Fernando Camargo; pelo presidente da EMBRAPA, Celso Moretti; pelo diretor do AgroNordeste, Danilo Forte; pela diretora do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação, Mariane Crespolini; pelo diretor de Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas, Orlando Castro; e pelo coordenador de Instrumentos de Agricultura Irrigada,  Valdir Juswiak. No Piauí, a comitiva terá a participação também do chefe-geral da Embrapa Meio Norte, Luiz Fernando Carvalho Leite, e do superintedente do Banco do Nordeste (BNB) no Estado, José Expedito Neiva Santos. Já em Petrolina, a equipe será reforçada com as presenças do chefe-geral da Embrapa Semiárido, Pedro Carlos Gama da Silva, e dos superintedentes do BNB de PE, Ernesto Lima Cruz, e da Bahia, José Gomes da Costa.

No distrito de irrigação Tabuleiros Litorâneos do Piauí, em Parnaíba, a comitiva visitará na manhã do dia 2 quatro pontos: a Acepar (área de produção empresarial de acerola orgânica), o lote cooperado da Cooperativa de Produtores Orgânicos Biofruta, a Famosa Agrícola (fazenda empresarial de produção de frutas) e a Fazenda Santa Luzia (especializada em produção de leite e derivados). A agenda da tarde será concluída com uma reunião no auditório da Universidade Federal do Piauí com produtores e empreendedores locais de fruticultura irrigada e pecuária leiteira.

Na quinta-feira (3) as visitas começarão no distrito de irrigação Senador Nilo Coelho, em Petrolina, em três áreas diferentes. Primeiro vão conhecer a propriedade do Sr. Edson Nakahara, especializada em produção de uvas finas de mesa para exportação. Depois passarão para as plantações de banana e acerola do Sr. José Justino e em seguida para uma área de produção de goiaba que já está utilizando a BRS Guaraçá, porta-enxero da Embrapa resistente ao nematóide das galhas, lançado em abril deste ano.

Pela tarde, a comitiva vai se deslocar para outro distrito de irrigação: o de Maniçoba, na Bahia, em uma área de produção de mangas. Depois visitarão o Packing House da empresa Special Fruit e terminam o dia com um encontro com produtores e exportadores de frutas do Vale do São Francisco, no Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina.

O último dia da comitiva será marcado com nova visita em áreas de produção de pera e uva (suco e vinho). O grupo vai conhecer o sistema de produção de pera introduzido pela Embrapa nos últimos anos e que está apresentando excelentes resultados na fazenda Frutos do Sol. Já na fazenda Gran Valley terão a oportunidade de conhecer o potencial da BRS Magna, variedade de uva para suco da Embrapa. E na fazenda Ouro Verde, acompanharão o desempenho de variedades de uva para produção de vinhos do Vale do São Francisco. No começo da tarde a equipe retornará para Brasília.