O Campo Digital

Máquinas agrícolas em alta na olx

Carine Schneider Faifer

O comércio eletrônico de máquinas deu um salto no ano passado. A varejista online OLX registrou seu recorde de vendas de máquinas agrícolas no País. Foram negociados cerca de 15 mil equipamentos entre tratores, colhedeiras, escavadeiras e pás-carregadeiras, o que movimentou cerca de R$ 540 milhões. O resultado foi 18,1% maior sobre 2016. Os tratores estão entre os 40 itens mais buscados na plataforma online da empresa. Foram cerca de um milhão de buscas realizadas em 2017 e 6.188 unidades vendidas, aproximadamente 17 tratores negociados por dia. Para se ter uma ideia, o movimento da OLX representou 29,4% do volume de vendas de máquinas novas no ano passado, que encerrou com 44,4 mil unidades comercializadas.

PECUÁRIA
O app de gado da sp ventures

Rodrigo Petterson

Depois de fazer sua primeira investida fora do País, na Argentina, a SP Ventures anunciou em março, com exclusividade à DINHEIRO RURAL, o aporte de R$ 3 milhões à startup catarinense Jetbov. Criada em 2016, a empresa desenvolveu uma plataforma de gestão para produção de gado de corte e passa a ser o primeiro ativo de pecuária do fundo paulista de capital de risco. Com o investimento, a companhia pretende expandir a base de usuários da Jetbov, além de dinamizar a comercialização de gado das fazendas. A Jetbov reúne atualmente clientes em 20 Estados, somando cerca de 500 fazendas e 500 mil animais monitorados. Para 2018, a meta da empresa é alcançar cerca de duas mil fazendas.

INVESTIMENTO
Chega de desperdiçar comida

Divulgação

A startup americana Hazel Technologies conseguiu levantar US$ 3,3 milhões, vindo de sua conterrânea S2G Ventures, entre outros investidores. Com sede em Chicago, a empresa desenvolve embalagens pequenas para indústrias de empacotamento de alimentos frescos. Com uma tecnologia antifúngica, o produto pode aumentar a vida de prateleira dos alimentos em até 300%. O aporte veio um ano depois de a startup conseguir US$ 800 mil, em sua primeira rodada de investimentos.

ALIMENTAÇÃO
vai um caldinho de osso aí?

A indústria de alimentos não tem limites. Tudo se transforma em comida e com um alto potencial de valor agregado. É caso dos suplementos alimentícios da Ancient Nutrition, que são desenvolvidos com base em caldo de ossos e de cartilagem animal. Em março, a startup americana recebeu um aporte de capital de US$ 103 milhões. Entre os investidores estão fundos como o americano VMG Partners e o chinês Hillhouse Capital Management. Participou também da rodada de investimento o treinador de celebridades, Jillian Michaels.

GEOTECNOLOGIA
O retrato digital da produção brasileira

Divulgação

A Embrapa Territorial, de Campinas (SP), lançou, no fim de março, uma plataforma online pública de dados que apresenta, de forma simples e bastante visual, a evolução da agropecuária brasileira. A ferramenta faz parte do Sistema de Inteligência Territorial Estratégica da Macrologística Agropecuária, também lançado no mês passado pelo Ministério da Agricultura. Entre os dados estão as áreas de produção do País, os gargalos e as oportunidades de investimentos logísticos, para ampliar a competitividade de dez cadeias produtivas: soja, milho, café, laranja, cana-de-açúcar, algodão, papel e celulose, aves, suínos e bovinos. Confira no endereço: https://www.embrapa.br/macrologistica

AGRIFUTURA
Fim de semana tecnológico

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, em conjunto com o governo do Estado de São Paulo, promoveu o primeiro Agrifutura, encontro voltado ao mercado de agtechs do País. O evento reuniu 2,5 mil pessoas nos dias 3 e 4 de março, no Instituto Biológico, na zona Sul de São Paulo. Além de apresentar as empresas que estão investindo nesse mercado, o Agrifutura serviu de palco para palestras e debates sobre o desenvolvimento de tecnologias digitais para a gestão empresarial, agronômica e de mercado, além de inovações, como a internet das coisas, o big data e o blockchain voltado ao agronegócio. O próximo já está agendado ainda para este ano. Será em setembro, em Campinas (SP).

PASTAGEM
O ifood da boiada

Divulgação

O aplicativo Pasto Certo comemora dez anos com uma boa notícia. A ferramenta disponível apenas para aparelhos com o sistema Android chegou a cerca de dez mil downloads em março. O aplicativo foi desenvolvido pela Embrapa Gado de Corte, de Campo Grande (MS), em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. O Pasto Certo permite o acesso rápido e integrado às características das principais cultivares de forrageiras tropicais lançadas pela estatal e parceiros para pecuária de corte.

DRONE
Georreferenciamento aéreo

Divulgação

A paulistana Agrishare lançou no início de março um serviço de georreferenciamento feito por drones. Além de ser mais rápido, o trabalho com esse tipo de veículo aéreo não tripulado pode alcançar áreas de difícil acesso, inspecionando estruturas como coberturas de galpões, silos e painéis solares. Com as imagens em mãos, a empresa faz todas as medições da área analisada. O custo do serviço é calculado por hectare mapeado, além da quantidade de tipos de informações geradas. Quanto maior a área analisada menor é custo. O preço varia de R$ 30 a R$ 80, por hectare.