No mundo dos leilões

Mercado aberto para touro superior

Em 2017, o investimento em genética fez a diferença na venda de animais destinados à reprodução

Crédito: Divulgação

reprodutores: para os produtos de qualidade superior, o mercado de touros continua requisitado em todo o País (Crédito: Divulgação)

O planejamento para a venda de touros é feito com até três anos de antecedência, e ninguém poderia prever os problemas enfrentados pelos pecuaristas neste ano de 2017. Repercussões da vida política vitimaram o mercado e os produtores viram retração em todo o primeiro semestre. A reação do mercado veio junto com a demonstração do comprador, que mostrou que o melhor negócio é sempre quando se leva o melhor produto. Os criadores que investem em melhoramento genético, e têm reconhecido o seu trabalho como o de alta qualidade, foram os primeiros a ver a crise passar longe.

Comercializando 1,3 mil touros no ano, um dos maiores criatórios do País, o grupo Terra Grande, fez uma venda de mil touros em leilões e outros 300 animais foram vendidos diretamente na fazenda. A comercialização de animais cresceu 12%, enquanto a média de preços subiu 6,8%. À frente do grupo Terra Grande, o pecuarista André Curado diz que depois do momento de retração, quem foi às compras buscou valorizar o seu investimento. Aumentaram muito as visitas assistidas na fazenda, ocasião para o pecuarista escolher os animais com a presença do seu veterinário ou zootecnista. “O comprador quer claramente um melhor custo benefício. Por isso, busca animais com um perfil mais técnico: bem avaliados e com genética de resultado”, diz Curado. “Isso resultou em números positivos para nós, porque o cliente veio ao encontro de nossa proposta.” Para 2018, a meta é aumentar as vendas em 4%, chegando a 1,3 mil animais.

Outra empresa, a Genética Aditiva, confirma os bons números, apesar do ano desafiador. Há mais de 30 anos na pecuária seletiva, a fazenda alcançou, em 2017, um faturamento 24% maior, vendendo 8% a mais de touros. Foram para as pistas 1,7 mil animais. Referência no segmento, por usar tecnologia de ponta, Eduardo Folley Coelho, diretor da Genética Aditiva, diz que o mercado reconheceu uma melhor qualidade. “Esse mercado é muito grande e concorrido, e exige muito de quem produz, o que significa qualidade no produto e capacidade de comercialização”, afirma Coelho. “O Brasil faz o melhor melhoramento genético do mundo, um trabalho para especialistas.”

O produtor diz, ainda, que o principal segredo desta produção é a inovação, é acreditar na ciência. Isso começou a ser feito na fazenda ainda na época de seu pai, o médico Hélio Coelho. Hoje, a marca vende muitos touros jovens, pela credibilidade da genética que conquistou. “Acreditamos cada vez mais no melhoramento”, afirma Coelho. “Ele é a única alta chance de entregar o que garante”. Os números comprovam o que os touros jovens prometem. Por exemplo, de REM Espião 007 já foram vendidas cerca de 5 mil doses e seus filhos vão começar a nascer antes que ele complete 24 meses.

A ideia de que o setor deve explorar as qualidades dos touros jovens é consenso entre os pecuaristas e uma tendência sem volta. Luciano Borges, dono do Rancho da Matinha, em Uberaba (MG), um dos maiores incentivadores brasileiros em genética de ponta e de programas de inovação no campo, diz que, neste ano, os criadores de touros foram salvos, no segundo semestre, por esse comportamento do mercado, que busca por um gado de seleção. “Tivemos uma recuperação no preço da arroba e um excelente desempenho, por conta do produto oferecido”, afirma ele. “Além de uma procura maior por animais de qualidade e, como somos pioneiros em melhoramento genético, isso fez uma grande diferença.”

Nelore Xuab
Uma década de dedicação ao nelore

Amândio: uma década do criatório carioca

Amândio Salomão reúne neloristas no Rio de Janeiro para um grande leilão, na comemoração de 10 anos de seu criatório. O remate acontece em duas etapas. Uma, oferta prenhezes e animais de elite. Na sequência, vem uma bateria de gado de produção, com novilhas, vacas paridas ou prenhas, e ainda touros. Entre as oportunidades está a venda de 50% da doadora Emma FIV Xuab, uma filha de Hasta com o touro 1646, mais 50% de Jara IV da HRO, filha de Itália 4, e a venda total de Enciumada FIV Edap, que foi a campeã na Fenagro (BA). No leilão serão anunciados os melhores do ranking carioca. Dia 17 de dezembro, na Casa de Cultura Julieta de Serpa, na praia do Flamengo, 14 horas, com transmissão do Canal Rural.

Nelore Atlas
Virtual com oferta de elite e produção

Duquesa: uma filha direta de Hasta estará à venda (Crédito:Divulgação)

Com doadoras de genética renomada, animais de pista, matrizes e reprodutores o leilão Nelore Atlas promete uma oferta de altíssima qualidade. Gilmar de Jorge coloca à venda filhas diretas de Itália 4, a doadora Rússia FIV GVMH, os machos Mascote e Rico, filhos de Dádiva FIV GVMH. Ela foi a terceira melhor progênie na Expoinel 2017. Vai também à venda a vaca Duquesa FIV da Morro Vermelho. Dia 13 de dezembro, 21h, com transmissão do Canal Rural.

Virtual Touros Santa Cruz
Na pista, ofertas aguardadas pelos neloristas

Santa Cruz: touros de alta avaliação genética (Crédito:Divulgação)

É com a venda de animais criados a pasto, e touros com peso médio acima de 800 quilos, que o pecuarista Gil Pereira realiza seu leilão virtual. Serão colocados no pregão 80 touros e 20 novilhas prenhas, todos Puros de Origem (PO) e com avaliação do Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos. Dia 14 de dezembro, 21 horas, com transmissão do Canal Rural.

Vale do Paraíso
Fazenda promove leilão virtual em Minas Gerais

Miguel Retuci Junior coloca a disposição dos criadores de todo o País 180 animais. Serão vendidos garrotes e novilhas, filhas e filhos de notáveis raçadores. Dia 16/12, 14h, com transmissão do Canal Rural.

Touros Naviraí
Venda exclusiva de sêmen

Navarro: filho do destaque em venda de sêmen 2016/2017 da Naviraí (Crédito:Divulgação)

Encerrando o calendário do ano, acontece no dia 19 de dezembro o leilão virtual Naviraí, com vendas unicamente de sêmen de touros jovens, de 3 a 7 anos, da Chácara Naviraí. Será uma grande oportunidade para investir em sêmen de animais com excelentes resultados, como os touros Jabriel, Natan, Navarro, Peruano e Pradip. A oferta será somente de genética de animais de ponta. Às 20h30, com transmissão da Remate Web.