Geral

Mesmo com faixa especial, Três Lagoas (MS) registra atropelamento de capivara

Crédito: Divulgação

Prefeitura de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, instala “capifaixas” como sinalização especial (Crédito: Divulgação)

Como medida para reduzir o número de atropelamentos de capivaras, a prefeitura de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, instalou as “capifaixas”. Trata-se de uma sinalização especial para alertar os motoristas quanto à presença dos animais.

Pintadas na região da Circular da Lagoa Maior, na última quinta-feira (30), a ação ganhou repercussão nacional.

No entanto, no sábado (01), o alerta não foi respeitado e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (Semea) atendeu ao primeiro atropelamento de 2020. O animal era uma capivara macho adulto, com aproximadamente 150 quilos.

De acordo com o coordenador de gestão de políticas públicas do agronegócio da prefeitura, Célio Lopes de Barros, a capivara encontrava-se há 50 metros de uma das “capifaixas”.

“Isso mostra que alguns condutores não respeitam nem a sinalização, muito menos a velocidade. É comum ver muitos motoristas ultrapassando o limite estabelecido na Lagoa e causando riscos”, alerta Barros. Ao todo, há três “capifaixas” pintadas nos trechos de maior índice de atropelamentos.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?