Economia

Milho/Imea: cotações em MT acumulam alta de 115% desde o início da safra 2019/20

Crédito: Arquivo / Embrapa

Já para o milho que está sendo semeado, safra 2020/21, as cotações atingiram "altos patamares" (Crédito: Arquivo / Embrapa)

As cotações de milho no mercado disponível em Mato Grosso subiram 115,49% desde o início da safra 2019/20, em 1º de julho de 2020, e atingiram na última sexta-feira (12) R$ 68,87/saca, informou o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em relatório.

“É comum em Mato Grosso a elevação dos preços no período de entressafra do milho, devido à menor disponibilidade de grãos para o comércio”, afirmou o Imea. Além da demanda aquecida, outros fatores vêm ditando essa valorização, segundo o instituto, como a alta de 4,43% do dólar no período de 1º de julho a 12 março, e a elevação dos preços futuros do cereal na Bolsa de Chicago (CBOT).

+ Exportadores dos EUA relatam vendas de 1,156 milhão de t de milho à China

Já para o milho que está sendo semeado, safra 2020/21, as cotações atingiram “altos patamares”, segundo o Imea, com média de R$ 58,64/saca em Mato Grosso. “Desse modo, os agricultores do Estado têm um incentivo a mais para fechar negócios para a safra futura, entretanto, devido às incertezas na semeadura, que se encontra como uma das mais atrasadas da história, a tendência é que as negociações não movam grandes volumes até a definição da safra.”

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?