• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias14/12/2021

Milho: MT negociou 95% da safrinha 2020/21 e 40,9% da colheita futura, diz Imea

O Imea também divulgou a primeira estimativa de comercialização para a safra 2022/23, que ainda está "tímida", segundo o instituto

O Imea também divulgou a primeira estimativa de comercialização para a safra 2022/23, que ainda está “tímida”, segundo o instituto

(Créditos: Arquivo / Embrapa)
Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo14/12/21 - 09h30min

São Paulo, 14 - A comercialização de milho da safra 2020/21 em Mato Grosso avançou 2,97 pontos porcentuais em novembro ante outubro, perfazendo 95,05% da produção já vendida, informou o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), em boletim. Este porcentual é inferior ao da safra anterior e à média dos últimos cinco anos, nota o instituto.

Já para a safra 2021/22, o Imea comenta que fatores como o maior valor de cotação do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT), a alta do dólar ante o real e o cenário otimista de uma semeadura dentro da janela ideal motivaram os produtores mato-grossenses a negociar volumes maiores em novembro. Assim, 40,95% da safra prevista já está travada, ao preço médio de R$ 62,82 por saca.

+ Mato Grosso abate 16% mais bovinos em novembro ante outubro, afirma Imea

O Imea também divulgou a primeira estimativa de comercialização para a safra 2022/23, que ainda está "tímida", segundo o instituto, em vista do cenário de alta de insumos. Em novembro, apenas 1,51% da produção prevista foi travada em Mato Grosso.

Algodão

O Mato Grosso comercializou, em novembro, 90,07% da safra de algodão 2020/21, avanço de 3,04 pontos porcentuais em relação a outubro, informou o Imea. Segundo o instituto, a evolução na venda está atrelada ao preço da pluma, que no mês se valorizou 8,88% ante outubro, com média de R$ 183,81 por arroba no Estado, "reflexo do aumento na cotação da fibra na bolsa de Nova York e do alto patamar do dólar (ante o real)", diz.

Já para a safra 2021/22, a comercialização antecipada está lenta, por causa das incertezas em relação ao tamanho da safra. Assim, as vendas em novembro avançaram 1,79 ponto porcentual, somando 57,91% da colheita prevista.

Para o ciclo 2022/23, houve avanço de apenas 0,63 ponto porcentual, com 9,04% da produção prevista comprometida. "O menor avanço foi pautado pela perspectiva de aumento no custo de produção da safra, o que se reflete na relação de troca do produtor", diz o Imea.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais