Geral

Ministério confirma primeira etapa de imunização contra aftosa em maio

Crédito: Divulgação

Atualmente, Mato Grosso é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como área livre de febre aftosa com vacinação. (Crédito: Divulgação)

São Paulo, 7 – O Ministério da Agricultura confirmou nesta quarta-feira, 8, em nota, que a campanha de maio de vacinação contra febre aftosa será mantida para a maioria dos Estados. Esta etapa de imunização de bovinos e bubalinos de todas as idades está marcada para 1º a 31 de maio. “A vacinação será mantida, uma vez que se trata de atividade essencial e que há necessidade de manutenção dos compromissos com as zonas reconhecidas como livre de febre aftosa com vacinação perante a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE)”, disse, na nota, o diretor do Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária do ministério, Geraldo Moraes.

+ RS entra na última semana da campanha antecipada de vacinação contra aftosa
+ MS vai manter calendário de vacinação contra aftosa, primeira etapa é em maio
+ Secretaria orienta produtor rural sobre vacinação contra aftosa

O ministério deu, entretanto, orientações sobre os cuidados para que a vacinação ocorra sem colocar em risco a saúde dos produtores rurais e dos servidores do serviço veterinário oficial, em função da pandemia de coronavírus. Uma das providências é a possibilidade de enviar por meio eletrônico o comprovante de compra das vacinas, evitando, assim, a entrega presencial.

“Quando não houver alternativa ao alcance, a comunicação presencial poderá ser postergada para um prazo a ser pactuado entre todas as partes envolvidas com o Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa) no Estado ou no Distrito Federal”, orienta a pasta.

Além de Santa Catarina, que já não vacina mais o rebanho há anos, e do Paraná, de Rondônia e Acre, além de parte do Amazonas e Mato Grosso, que pararam de vacinar no ano passado, e do Rio Grande do Sul, que antecipou a campanha e está finalizando em 14 de abril a primeira etapa, outros Estados não vão participar da etapa de maio.

É o caso de Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, que deixaram para junho os trabalhos de vacinação. Já Goiás solicitou a antecipação da vacinação em 11 dias, com provável início em 20 de abril. Dentro do Plano Estratégico

Em 2019, o número de bovinos e bubalinos imunizados alcançou 196 de cabeças na primeira fase de imunização, conforme o Ministério da Agricultura.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais