• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 185 08.04Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias24/01/2022

Moedas Globais: índice DXY do dólar e iene avançam, com busca por segurança

Estadão Conteúdo
Texto por:Estadão Conteúdo24/01/22 - 18h38min

O índice DXY, que mede o dólar ante uma cesta de moedas fortes, avançou nesta segunda-feira, com o iene também se valorizando, em quadro de busca por segurança também no mercado cambial. A perspectiva de um conflito na Ucrânia, que exacerba tensões entre Rússia e Estados Unidos, esteve no radar, bem como a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), na quarta-feira, e indicadores de atividade divulgados nesta segunda-feira.

No fim da tarde em Nova York, o dólar caía a 113,92 ienes, o euro recuava a US$ 1,1323 e a libra tinha baixa a US$ 1,3492. O DXY fechou em alta de 0,29%, em 95,918 pontos.

O DXY já subia no início do dia, no início de semana de Fed. A expectativa é que a política monetária seja mantida, mas analistas acreditam que o BC americano pode sinalizar alta de juros para a reunião de março.

Já o euro reduziu perdas após o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da Alemanha, que superou as expectativas. Já os PMIs da zona do euro e do Reino Unido vieram abaixo do esperado por analistas.

O Brown Brothers Harriman afirmou que o dólar era demandado no quadro predominante hoje de recuo das bolsas e dos juros dos Treasuries. As tensões em relação à Ucrânia também chamaram a atenção.

O Pentágono deixava tropas de prontidão e autoridades americanas ressaltavam o risco de uma intervenção russa em solo ucraniano, o que poderia gerar uma resposta da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), além de sanções.

A Western Union via os mercados "em alerta para um potencial ataque russo à Ucrânia". Segundo ela, isso apoiava o dólar e também o iene hoje. Já a High Frequency Economics observa a política monetária e diz que uma postura "menos acomodatícia" do Fed tende a apoiar o dólar.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
MOEDAS