Notícias

Montezano, sobre obras no exterior: dados são os mesmos informados desde 2019

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, afirmou nesta quinta-feira, 12, que os dados sobre operações de financiamento a obras no exterior tocadas por construtoras brasileiras repassados a pedido do presidente Jair Bolsonaro foram atualizados, mas são “exatamente o que a gente disponibilizou ao mercado desde o fim de 2019”.

Na semana passada, o presidente Bolsonaro afirmou, em entrevista de rádio, que recebera um relatório do BNDES com todas as operações realizadas pelos governos do PT e que iria encaminhá-lo para a Controladoria-Geral da União (CGU). O presidente disse na entrevista que o montante das operações somaria R$ 30 bilhões e que “não houve nenhum controle desses empréstimos, que beneficiaram Cuba, Venezuela, entre outros”.

Questionado sobre as declarações de Bolsonaro, Montezano não detalhou quais seriam as atualizações nos dados referentes a empréstimos do BNDES para obras no exterior. Segundo o executivo, em relação a essas operações, Cuba, Venezuela e Moçambique possuem “saldo devedor” somado de US$ 1,5 bilhão. Só que, no segundo semestre de 2019, poucos meses após Montezano assumir o cargo, o banco já estimava em US$ 1,5 bilhão as perdas que poderia ter com a inadimplência nos financiamentos a obras no exterior.

Dados disponíveis no site do BNDES, atualizados até junho, informam que o total em pagamentos atrasados por Cuba, Venezuela e Moçambique é de US$ 859 milhões. Além disso, os três países têm US$ 718 milhões em “saldo devedor a vencer”, mas ainda não atrasado.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?