Notícias

Moody’s reafirma rating B1 da Minerva e altera perspectiva para positiva

São Paulo, 14 – A agência de classificação de risco Moody’s reafirmou nesta sexta-feira, 14, o rating B1 da Minerva Foods, empresa de alimentos. As principais justificativas dadas pela agência são a maior presença da empresa na América do Sul e uma estratégia de desalavancagem. O aumento de capital de R$ 965 milhões completado recentemente, por exemplo, autorizou a Minerva a amortizar US$ 217 milhões do valor principal de suas notas perpétuas.

A Moody’s também alterou a perspectiva da Minerva para positiva, incorporando a expectativa de sucesso do IPO da Athena Foods – a empresa do grupo que atua no restante da América Latina -, que pode trazer até R$ 1,5 bi e ajudar ainda mais na redução da alavancagem.

Os problemas da companhia seriam seu tamanho relativamente pequeno comparado a concorrentes locais e globais, e o foco na carne bovina, que a expõe à volatilidade do setor. A Moody’s, porém, ressalta que esse foco beneficiou a empresa do ponto de vista dos custos.

Para melhorar seu rating, a Moody’s afirma que a Minerva precisaria manter um perfil de liquidez saudável e obter uma “redução material” de sua alavancagem bruta.

O rating poderia sofrer pressão negativa se o risco de liquidez aumentar ou se os resultados operacionais da Minerva – como fluxo de caixa ou a dívida – piorarem.