Notícias

Mosaic reverte lucro e tem prejuízo de US$ 921 milhões no 4º tri

São Paulo, 20 – A companhia de fertilizantes Mosaic, dos Estados Unidos, registrou prejuízo de US$ 921 milhões, ou US$ 2,43 por ação, no quarto trimestre de 2019. Em igual período de 2018, a companhia obteve lucro líquido de US$ 112,3 milhões, ou US$ 0,29 por ação. O resultado do quarto trimestre inclui uma baixa contábil de US$ 1,1 bilhão, referente à redução do valor de ativos, reestruturação e outras despesas.

Em termos ajustados, a Mosaic teve prejuízo de US$ 0,29 por ação, ante lucro de US$ 0,77 um ano antes. As vendas líquidas diminuíram 17,6% na mesma comparação, para US$ 2,076 bilhões.

Este foi o terceiro trimestre consecutivo de prejuízo na comparação anual. O clima excessivamente úmido na América do Norte afetou a aplicação de fertilizantes durante a primavera e o outono no Hemisfério Norte e prejudicou o volume de vendas, e isso pressionou os preços.

Segundo a Mosaic, importantes mercados globais continuaram mostrando fraqueza durante o quarto trimestre de 2019. A China continuou recorrendo aos seus estoques de potássio para atender às suas necessidades, disse a companhia.

Na Austrália, seca e incêndios prejudicaram a agricultura, e na América do Norte a temporada de aplicação de fertilizantes foi encurtada por causa do clima adverso. Com isso, produtores e distribuidores ficaram com amplos estoques em muitos mercados, levando produtores a reduzir a oferta de potássio e fosfatados, disse a Mosaic.

No segmento de potássio, as vendas no quarto trimestre diminuíram de US$ 592 milhões para US$ 395 milhões, refletindo menor volume de vendas, que passou de 2,3 milhões para 1,5 milhão de toneladas. Em fosfatados, as vendas passaram de US$ 926 milhões para US$ 698 milhões, pressionadas por preços médios de venda mais baixos.

A operação brasileira, Mosaic Fertilizantes, registrou vendas líquidas de US$ 969 milhões, de US$ 864 milhões no quarto trimestre de 2018. A queda foi motivada por preços mais baixos.

Para todo o ano de 2020, a Mosaic espera forte demanda global por fertilizantes. Após um 2019 desafiador, os estoques mundiais de fosfatados estão diminuindo e a oferta, ficando mais apertada. O surto de coronavírus afetou a produção de fosfatados na província de Hubei, na China. A menor oferta, combinada com as limitações ao aumento da capacidade em outras partes do mundo, deve contribuir para uma oferta mais apertada.

No segmento de potássio, cortes de produção que começaram no segundo semestre de 2019 devem levar o mercado a um equilíbrio em 2020, disse a Mosaic, acrescentando que espera forte demanda na América do Norte durante a primavera e aumento da atividade no Hemisfério Sul no terceiro trimestre.