• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 186 26.05Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Geral29/05/2022

Mostra de filmes nacionais celebra 200 anos da independência

Agência Brasil
Texto por:Agência Brasil29/05/22 - 08h33min

Para celebrar o bicentenário da Independência da República, a ser comemorado no dia 7 de setembro, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo promove mostra gratuita de cinema em formato híbrido. A mostra 200 Anos da Independência em 200 Filmes acontece do dia 2 a 30 de junho.

Serão apresentados 200 filmes nacionais, sendo 100 deles curtas e, o restante, longas. Segundo a secretaria, o festival vai incluir diversos períodos e movimentos do cinema nacional, como as chanchadas, o Cinema Novo, a Boca do Lixo e o Cinema de Retomada, além da produção atual. “Nada mais significativo do que apresentar ao público, dentro da comemoração do Bicentenário, uma mostra retrospectiva que refaz a trajetória do nosso cinema, com clássicos de todos os movimentos, estilos e gêneros”, disse o secretário Sérgio Sá Leitão.

Os filmes online poderão ser vistos gratuitamente na plataforma #CulturaEmCasa. Já os presenciais estarão sendo exibidos no Cine Petra Belas Artes, na Rua da Consolação, na capital paulista, a preços populares. Para o festival, o Petra Belas Artes reservou a sala 4, promovendo quatro sessões diárias.

Na abertura do festival será apresentado o filme Um Broto Legal, dirigido por Luiz Alberto Pereira, uma cinebiografia da cantora Celly Campello, famosa pelas músicas Banho de Lua e Estúpido Cupido. O filme será exibido no Petra Belas Artes no dia 31 de maio, às 19h.

Entre os destaques da mostra está Ganga Bruta, de Humberto Mauro; Rio, 40 Graus, de Nelson Pereira dos Santos; O Assalto ao Trem Pagador, de Roberto Farias; À Meia-Noite Levarei Sua Alma, de José Mojica Marins; Cabra Marcado Para Morrer, de Eduardo Coutinho, e Que Horas Ela Volta?, de Anna Muylaert.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais