Tecnologia

Fazenda Colorado produz mais de 74 mil litros de leite por dia e bate seu próprio recorde

O maior produtor de leite tipo A (Xandô) do Brasil conta com tecnologia de alto desempenho

Fazenda Colorado produz mais de 74 mil litros de leite por dia e bate seu próprio recorde

Do leite ao suco: no laticínio, a produção de leite tipo A é de 20 milhões de litros por ano, enquanto no suco integral é de 5,5 milhões de litros. Mas, para ambos, a previsão é de crescimento nos próximos anos. FOTOS: Arquivo Xandô

A tradicional Fazenda Colorado, situada no interior de São Paulo, em Araras, bate mais um recorde de produção de leite: 74 mil litros de leite por dia com 1.798 vacas holandesas em lactação que produzem em média mais de 41 litros de leite por vaca/dia. Esse resultado fez com que aFazenda Colorado mantivesse o reconhecimento de ser o maior produtor de leite do Brasil. Em 2015, sua produção média diária era de mais de 60 mil litros.

É interessante destacar que em um lote de vacas na primeira cria, a Colorado conta com 320 vacas com média de 46 kg/dia. E no lote de alta produção, são 314 vacas com média diária de 52 kg.

Sérgio Soriano, Veterinário e Gerente de Pecuária da Fazenda Colorado, destaca que “AFazenda Colorado atua fortemente em um correto manejo dos animais e uma alimentação saudável e balanceada, dentro de uma condição de conforto animal altamente favorável. Mas é de suma importância o foco na gestão das pessoas e processos. Pois sem uma boa equipe, não teríamos chegado nesse nível de produtividade”.

“E os resultados vão aparecendo, pois, aliado a todo esse ambiente favorável, eles também investiram em um plano genético permanente, consistente e bem direcionado aos anseios daColorado. E é de se esperar resultados positivos quando somamos o potencial genético da vaca as condições necessárias para que elas expressem a eficiência na produção de leite”, diz Fabio Fogaça, Gerente de Leite Importado da Alta.

“Queremos parabenizar todo esse trabalho de sucesso da Colorado que desenvolve e contribui com uma produção de qualidade para o mercado leiteiro brasileiro, incluindo reconhecimento internacional. Nosso compromisso é sempre oferecer a melhor tecnologia do mercado e cooperar como for possível para que o pecuarista tenha lucratividade”, finalizou Fogaça.