Evento

Tecnocarne traz inovações para impulsionar setor de processamento de proteína animal

Evento será realizada de 11 a 13 de agosto, em São Paulo (SP)

Tecnocarne traz inovações para impulsionar setor de processamento de proteína animal

 A cidade de São Paulo sediará de 11 a 13 de agosto a Tecnocarne – 12ª Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria da Carne e do Leite, maior evento da América Latina voltado para o segmento de processamento de proteína animal. Grandes marcas nacionais e internacionais apresentarão as mais recentes inovações tecnológicas e soluções para os setores de carne bovina, suína, aves, peixe, além do leite, os quais proporcionarão economia, eficiência e mais competitividade ao setor.

Em sua 12ª edição, a Tecnocarne traz novidades em seu formato para impulsionar ainda mais esse setor, em um cenário marcado pelo aquecimento das exportações de carnes brasileiras graças à valorização do dólar e à abertura de novos mercados, e o incremento do consumo interno de proteína. Como novidade, nesta edição será realizado o “Meeting Business TecnoCarne & Leite”, um encontro entre quem vende e quem compra maquinários, tecnologia, produtos, automação e soluções para a indústria de processamento de carnes.

A Tecnocarne será realizada no São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes), que agora é climatizado e promoveu melhorias estruturais que trarão mais conforto ao público da feira, como um novo restaurante anexo.

“A Tecnocarne é a mais completa feira do setor, um ponto de encontro da indústria que oferece espaço para troca de experiências, análise de tendências e, acima de tudo, para a realização de grandes negócios. Isso se dá pela participação dos principais players do mercado de carnes e leites do Brasil e do exterior e pela alta qualificação do público visitante, com grande poder de decisão”, ressalta o diretor da Tecnocarne, José Danghesi.

Estarão em exposição na Tecnocarne os setores de Ingredientes e Aditivos, Embalagens e Tripas, Refrigeração, Logística, Produtos e Serviços, Rastreabilidade, Softwares, Paletes, Transporte e Armazenagem, Tratamento de Efluentes e Higienização, Máquinas, Equipamentos e Acessórios, Automação Industrial e Comercial, e Reciclagem de subprodutos de origem animal. Fonte: Ascom.