Notícias

Novo chefe da DPU toma posse e reclama de efeito do teto de gastos sobre o órgão

O presidente Jair Bolsonaro participou no final da manhã desta terça-feira, 19, da cerimônia de posse da nova chefia da Defensoria Pública da União (DPU), no Ministério da Justiça. Em 15 de dezembro, o Senado aprovou a indicação de Daniel de Macedo Alves Pereira para chefiar a DPU com mandato de dois anos. Na votação, 46 senadores votaram a favor de seu nome e seis votaram contra.

Em seu discurso, Daniel de Macedo destacou que o melhor caminho de trabalho da DPU é atuar sem seguir narrativas políticas e em cooperação. Ele reclamou do teto de gastos que, segundo ele, teria interrompido o projeto de expansão do órgão. “Hoje a defensoria cobre apenas 29% das comarcas, seções e subseções. Essa balança está desequilibrada. A saída é matemática. A saída vai ter que ser pela via congressual. A emenda do teto – que o ministro Paulo Guedes que não nos ouça – vai ter que sofrer uma revisão ainda que seja só para a defensoria”, afirmou Macedo.

Veja também

+ Restaurante japonês que fez festa de swing lança prato chamado “suruba”
+ Cantor Ovelha abre frangaria em São Paulo com a ajuda de Ratinho
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mineral de Marte raro na Terra é achado na Antártida
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Atriz pornô é demitida de restaurante por causa de “cliente cristão”
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?