• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Assine
Anuncie
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
Istoé Dinheiro Rural
MenuMenu
FECHAR
Capa da edição atual da revista
Edição da SemanaNº 183 30.11Leia mais
  • Home
  • Últimas notícias
  • Economia
  • Negócios
  • Carreira
  • Estilo no campo
  • Tecnologia
  • As melhores da Dinheiro Rural
  • Siga-nos:Facebook
Notícias13/11/2021

Novo rascunho do texto final da COP propõe dobrar financiamento

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo13/11/21 - 08h04min

Um novo rascunho do acordo final da Cúpula do Clima (COP-26), em Glasgow, mantém o apelo para que os países estabeleçam promessas climáticas mais ambiciosas no próximo ano, mas usa linguagem mais branda do que o anterior. O documento, divulgado na sexta-feira, 12, tenta equilibrar demandas dos diferentes países - a menção à eliminação do uso de combustíveis fósseis foi suavizada. Outra mudança em relação à primeira versão é um apelo para que países ricos dobrem o financiamento para adaptação climática até 2025.

A conferência ambiental acabou oficialmente ontem, mas a expectativa é de que as negociações se estendam por hoje. O rascunho ainda pode passar por revisões. Dois dos maiores objetivos desta COP são resolver a regulamentação do mercado de carbono e definir o fundo de financiamento dos países ricos contra o aquecimento global - pontos não resolvidos desde o Acordo de Paris, assinado em 2015.

O documento diz que a atualização das promessas climáticas deve considerar "diferentes circunstâncias nacionais". Isso pode apaziguar parte dos países em desenvolvimento, que dizem ser injusto esperar que o abandono dos combustíveis fósseis e o corte nas emissões se dará ao mesmo tempo que os ricos.

Sobre os combustíveis fósseis, a nova redação suaviza a anterior, divulgada dois dias antes, que afirmava que o mundo deveria se comprometer a eliminar gradualmente os subsídios a essas fontes de energia. Agora, o texto fala em atacar subsídios "ineficientes" para combustíveis fósseis.

Apesar da mudança, o texto é visto como avanço em relação às cúpulas anteriores: é a primeira vez que um documento da COP cita explicitamente os combustíveis fósseis em um acordo final.

FINANCIAMENTO

O rascunho recomenda que países ricos dobrem o financiamento para ajudar os pobres a se adaptarem às mudanças climáticas. Em 2009, os países desenvolvidos se comprometeram a dar, até 2020, US$ 100 bilhões anuais aos governos de áreas mais vulneráveis para ações contra o aquecimento global, o que não foi cumprido. Cálculos mais recentes apontam que o valor pago foi de cerca de US$ 80 bilhões. O novo rascunho não deixa claro se a duplicação do valor se daria sobre os US$ 100 bilhões ou os US$ 80 bilhões.

Ontem, o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, disse que "os US$ 100 bilhões não são apenas uma questão do dinheiro em si, mas fazer com que ele chegue ao chão". Questionado sobre a razão de o País cobrar mais verbas dos países ricos enquanto o Fundo Amazônia - com doações de Noruega e Alemanha - permanece congelado, ele afirmou que "as negociações ainda não estão em andamento".

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Saiba mais
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais