Economia

Nutrição animal: indústria deve crescer 2,5% na América Latina em 2019

Nutrição animal: indústria deve crescer 2,5% na América Latina em 2019

São Paulo, 21 – A Associação Latino-Americana de Nutrição Animal (FeedLatina) projeta que a indústria de nutrição animal deve crescer 2,5% em 2019 em relação a 2018. Segundo nota da associação com dados que contemplam 19 países da América do Sul, América Central, Caribe e México, a produção total de alimentos para animais em 2018 na região registrou aproximadamente 163,3 bilhões de toneladas, incremento de 2,32% em relação a 2017. Esta cifra representou 15% da produção global de alimentos para animais naquele ano. “Conseguimos bons resultados no ano anterior, por isso, nossa expectativa para este ano é de crescimento constante”, disse o presidente da associação, Pablo Azpiroz.

De acordo com a nota da FeedLatina, há uma “oportunidade” no setor graças à participação regional de produtos como carnes de bovinos, frangos e suínos. “O mercado latino-americano tem registrado uma maior participação na produção mundial em consequência dos problemas sanitários que estão ocorrendo na Ásia e como resultado do consumo interno mais estável ou com crescimento em alguns países do bloco”, diz Azpiroz. “O consumidor também está em busca por carnes e produtos derivados da pecuária de melhor qualidade e cada vez mais acessíveis.”

A FeedLatina tem o apoio de outras entidades do setor, como Sindirações no Brasil, Conafab no México, Caena na Argentina e Audina, no Uruguai.